Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Mora sozinho? É preciso ter controle de custos e despesas

A- A+

Ser independente é o primeiro de muitos passos que você dará na vida adulta, seja pela necessidade de morar em outra cidade para trabalhar e estudar, ou mesmo pelo prazer de tomar suas próprias decisões. De qualquer forma, os custos e despesas de morar sozinho devem ser planejados bem antes de sair da casa dos pais.

Jovem organizado com custos e despesas

Cálculos devem ser levados a sério quando se planeja uma vida independente. Foto: iStock, Getty Images

Planeje custos e despesas

Ainda que você já trabalhe e tenha um salário razoável, administrar uma casa é, digamos assim, uma atividade de risco para os iniciantes. Se você pretende ter sucesso nessa empreitada (o que significa não voltar correndo para a casa dos pais) é melhor fazer uma boa reserva financeira antes.

A poupança serve basicamente para você não se endividar na hora de mobiliar a casa. Por se tratar de um gasto elevado, um parcelamento extenso pode se tornar muito pesado quando somado às despesas mensais. É preferível até viver com menos móveis do que ter dores de cabeça sempre que for fazer as contas.

Faça uma lista do que vai precisar com antecedência e pesquise os valores. Uma solução inteligente é comprar aos poucos, pela internet. Assim, você consegue preços e condições muito melhores que nas lojas físicas.

Apenas cuide com o tamanho dos equipamentos: uma geladeira de duas portas, por exemplo, pode ser uma má escolha em razão dos apartamentos cada vez menores.

Cálculos na ponta do lápis

Mesmo antes de sair de casa, você pode fazer um cálculo médio do custo mensal que terá. Isso vai depender, porém, do estilo de vida que decidir levar. Como será sua primeira experiência, é melhor poupar bastante no início.

Além dos valores relativos à moradia, é preciso contabilizar água, energia elétrica e serviços, pois você provavelmente precisará de um transporte para sua mudança e profissionais para instalar alguns móveis.

Dependendo das suas necessidades, telefone fixo e internet também devem entrar na conta. Então, não custa fazer uma pesquisa sobre os pacotes de serviços para avaliar os preços.

Se você tem carro, deve optar por um prédio com garagem. Caso contrário, deve avaliar o valor de um box nas proximidades.

Outros custos e despesas a considerar

Aluguel

As despesas com aluguel e condomínio estão entre as mais pesadas da vida independente. Para conseguir quitá-las, a dica é optar por um zoneamento onde os imóveis ainda não sejam tão valorizados. O valor do condomínio também baixa bastante, nesse caso.

Transporte

Se você utiliza o transporte público diariamente, também é importante que escolha um imóvel próximo a pontos de ônibus ou estações de trem. Alugar uma casa muito barata, mas que necessite pegar duas conduções, por exemplo, pode representar mais gasto do que um bairro mais bem localizado.

Custos variáveis

O principal custo variável é a alimentação. E, nesse caso, depende muito da sua rotina e organização. Não há dúvida de que cozinhar em casa ajudará a economizar. Mas se você não tem tempo, é bom incluir o valor dos restaurantes no cálculo.

Uma vantagem de morar sozinho é que se consome pouco e, mesmo no caso de alguns produtos mais caros, o custo não se torna tão elevado para uma pessoa só. Por outro lado, muitos alimentos acabam estragando por falta de consumo em tempo hábil.

Você vai se interessar por:

Organize suas finanças

Para aprender a controlar as contas do lar, é preciso ouvir quem sabe. Se você quer usar o seu dinheiro de um jeito mais inteligente, conheça o Vivo Finanças Pessoais. Com ele, você recebe mensagens e participa de jogos que lhe ajudam a controlar seus gastos, poupar e investir. E você ainda participa de sorteios diários.

> Vivo Finanças Pessoais: Receba dicas por SMS e concorra a R$ 2.500 todos os dias

Gostou das dicas para planejar custos e despesas? Compartilhe esse artigo!

vale a pena usar roupas de marca
feiras de trocas
Dicas para quem pensa em vender bens para pagar dívidas
seudinheiro-Compras-de-supermercado
sair da casa dos pais
vale a pena economizar