Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Ministério Público lança aplicativo para fazer denúncia de qualquer crime

A- A+

Ser assaltado, ter o carro roubado, o dinheiro levado ou cair na armadilha de golpistas são situações desagradáveis, às quais nem sempre é possível evitar, por mais cuidados que se adote. Se você sofreu prejuízos financeiros por algum delito, pode recorrer a um aplicativo para fazer denúncia. Já ouvir falar dessa novidade?

Com o objetivo de facilitar a comunicação do crime e garantir uma reação mais rápida das autoridades, o Ministério Público Federal (MPF) lançou um app com essa funcionalidade, permitindo fazer a denúncia por dispositivos móveis.

Vai precisar do aplicativo para fazer denúncia

Roubo de telefones celulares está entre os crimes mais frequentes no país. Foto: iStock, Getty Images

Conheça o aplicativo para fazer denúncia

Aplicativo para fazer denúnciaO aplicativo para fazer denúncia de crimes foi lançado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e está disponível para celulares e tablets com os sistemas iOS e Android. O SAC MPF é gratuito e pode ser baixado e utilizado por qualquer cidadão.

O objetivo do órgão é aproximar a população do Ministério Público Federal (MPF), principalmente onde não há unidades físicas próximas. Além disso, o app também deverá ter um papel importante para combater os crimes eleitorais durante os pleitos.

Após baixar o aplicativo, para encaminhar uma denúncia ao MPF, o usuário deve preencher um formulário dentro do próprio app com dados pessoais, como nome, CPF e ocupação. Após o envio, é possível acompanhar a tramitação do documento. Imagens também podem ser anexadas para comprovar a acusação.

App enfrenta um problema social

O aplicativo para fazer denúncia é uma forma de garantir a ação do Ministério Público, podendo também mapear locais de risco e evitar que novos crimes ocorram, reforçando o policiamento nesses lugares. Espera-se que essa medida ajude a diminuir os números de roubos e furtos no país, reduzindo os prejuízos dos cidadãos.

O Brasil tem a terceira maior taxa de roubos registrada na América Latina, segundo relatório do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). O documento alerta que o índice pode ser ainda pior, considerando que muitos casos não são reportados às autoridades.

Com esses dados, o estudo ressalta que os crimes cometidos e a insegurança sentida pela população na maioria dos países da América Latina, impedem que a região tenha um maior desenvolvimento econômico e humano.

Na pesquisa, foram analisados 18 países. Destes, 11 possuem taxas de homicídios consideradas epidêmicas, incluindo o Brasil, com 21 homicídios a cada 100 mil habitantes.

Além disso, os números de roubos e furtos também assustam. Segundo dados da Confederação Nacional de Seguros, em 2015, 57 veículos foram roubados por hora no país.

Em outra pesquisa, realizada pela companhia Bem Mais Seguro, foram levantados os números de roubo de celulares, que são os bens mais visados pelos criminosos no país. O resultado apontou que, nas principais capitais brasileiras, 63 aparelhos são roubados por hora. Foram consideradas apenas as ocorrências em Belo Horizonte, São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro.

Você vai se interessar por:

Segurança para sua família

Para se precaver e garantir mais segurança para você e sua família, além de denunciar crimes, você pode conhecer os seguros de acidentes pessoais e vida, oferecidos pela Vivo, em parceria com a ACE Seguradora.

A contratação garante minutos grátis para falar de Vivo para Vivo nos finais de semana, além de sorteios mensais pela loteria federal. Tudo isso com a comodidade de pagar o seguro através da fatura do celular.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais

Gostou da novidade trazida pelo aplicativo para fazer denúncia? Compartilhe o conteúdo!

O controle financeiro pessoal e o futebol
Ela aposta na longevidade saudável
Conversando sobre direitos do consumidor do plano de saúde
Pacientes com mais de 60 anos têm direito a acompanhante em caso de internação. Foto: iStock, Getty Images
Passo a passo para planejar financeiramente a gravidez
Opção para investir em commodities