Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Microcrédito: descubra o que é e quem pode usar

A- A+

O microcrédito é uma linha de financiamento rápido, com juros mais baixos e com prazo de pagamento de até 24 meses. Seu objetivo é massificar o crédito e os serviços financeiros, ajudando a impulsionar o desenvolvimento econômico.

De modo geral, o microcrédito é destinado a pessoas físicas que querem iniciar o próprio negócio ou pessoas jurídicas que desenvolvem atividades de pequeno porte. A atividade produtiva pode estar relacionada ao comércio, indústria ou serviços. O pré-requisito é que ele seja utilizado para gerar renda e alavancar o negócio.

O microcrédito pode ser utilizado como capital de giro, para financiar máquinas e equipamentos ou para fazer uma reforma. Ele é concedido por bancos, associações e cooperativas. No caso de bancos, ele só é liberado depois de análise e avaliação.

microcrédito

Microcrédito é opção para ampliar o desenvolvimento econômico. Foto: Shutterstock

“Ele também é uma forma de facilitar e ampliar o acesso aos serviços financeiros (conta corrente, poupança, seguros, créditos) pela população de baixa renda, garantindo maior cidadania, conjuntamente com a redução das taxas de juros nos financiamentos”, explica o pesquisador e professor da Unicamp Fernando Nogueira da Costa no trabalho Microcrédito no Brasil.

Microcrédito ainda é pouco utilizado

Mesmo sendo um importante instrumento de inclusão financeira, o microcrédito ainda é pouco usado, de acordo com dados do Banco Central. Ele só representa 0,2% de todo o saldo de crédito do sistema financeiro nacional e só chega a 25% do seu público-alvo potencial.

O microcrédito é oferecido atualmente por dez bancos. Mas apenas três concentram a maior parte dos empréstimos. Banco do Nordeste, Caixa Econômica e Banco do Brasil respondem por cerca de 90% das operações, segundo o  estudo Panorama do Microcrédito. A participação de cooperativas e sociedades de crédito ao microempreendedor é ainda menor.

“O microcrédito ganhou impulso sobretudo por conta dos bancos públicos”, afirma Lauro González, coordenador do Centro de Estudos em Microfinanças da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Bargas (FGV). “Isso é explicado, em parte, porque essa modalidade de crédito é uma política pública em torno de um produto complexo e de margem baixa”, diz.

Vantagens do microcrédito

Entre as principais vantagens do microcrédito estão as taxas de juros mais baixas do que as vigentes em outras modalidades de empréstimo. A operação ainda é isenta de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras).

O processo de obtenção do empréstimo é mais ágil, em virtude da menor burocracia. Os prazos de pagamento e valor do empréstimo e parcelas são calculados de acordo com as necessidades do negócio e da renda do solicitante. No caso de algumas instituições bancárias, o solicitante ainda recebe orientação financeira.

O resultado desse acompanhamento são taxas de inadimplência menores: 5,3%. De acordo com o estudo do Banco Central, os clientes que solicitam esse tipo de empréstimo têm renda de até três salários mínimos.

Um tipo diferente de microcrédito

Uma modalidade de microcrédito que não tem relação com empreendimentos é aquela oferecida por empresas de telefonia. Nesse caso, elas permitem o uso de crédito extra em um plano pré-pago.

Um exemplo é o Vivo Crédito Antecipado de Voz, serviço oferecido para clientes Vivo Pré e Vivo Controle. Usando o produto, o cliente antecipa R$ 3 de crédito, válido por 10 dias. O crédito é descontado na próxima recarga, acrescido de tarifa de R$ 0,70.

> Crédito Antecipado de Voz: Garanta R$ 3 de crédito até a próxima recarga do celular pré-pago

Gostou das dicas? Deixe seu comentário.

Empréstimo ou financiamento
não consigo pegar empréstimo
não consigo pagar financiamento veículo
cartão de loja pode cobrar anuidade?
empréstimo pelo celular
o que é uma cooperativa de crédito