Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Manutenção automotiva: o que não pode ficar de fora

A- A+

A manutenção automotiva é assunto sério e não deve ser negligenciada pelo bom motorista. Para garantir a segurança de todos que utilizam a via pública e evitar gastos maiores posteriormente, é dever do condutor estar atento ao bom funcionamento de seu veículo.

Se você é uma pessoa preocupada com sua saúde financeira, é bom prestar atenção nesse cuidado preventivo com seu carro: manter a manutenção em dia garante maior proteção contra problemas não programados e que geram despesas mais altas.

Mecânico faz manutenção automotiva

Equilíbrio e estabilidade do veículo são afetados sem uma manutenção periódica. Fotos: iStock, Getty Images

6 itens essenciais da manutenção automotiva

Cada marca e modelo de carro possui suas próprias peculiaridades em relação à manutenção automotiva. No entanto, alguns cuidados fazem parte da recomendação geral para grande parte dos automóveis. Saiba quais são os principais:

Alinhamento

O alinhamento de pneus trabalha com a suspensão do carro e, quando ignorado, pode prejudicar o equilíbrio do automóvel, tornando-se um risco para o motorista e passageiros. Ele deve ser feito a cada 10 mil quilômetros ou quando o condutor identificar que o carro está “puxando” para algum dos lados.

Balanceamento

Esse é um processo que visa equilibrar o conjunto roda, pneu, válvula ou câmara do veículo utilizando contrapesos de chumbo. O objetivo é melhorar a estabilidade do carro e, assim, a dirigibilidade.

O procedimento deve ser feito, idealmente, quando os pneus atingirem 10 mil quilômetros rodados, em caso de troca ou rodízio ou quando o condutor sentir uma vibração diferente ao volante.

Freios

Essenciais para a segurança, os freios merecem atenção especial. As pastilhas e discos devem ser trocados sempre que apresentarem ruído. Já em modelos mais novos, um alerta surgirá no próprio painel, alertando o motorista sobre a necessidade da troca.

Velas

A recomendação é que as velas, fundamentais para o funcionamento do motor,  sejam trocadas a cada 20 mil quilômetros rodados. O item é responsável pela ignição da mistura ar/combustível, gerando a energia comprimida pelos pistões para que o motor siga em perfeito funcionamento.

Filtros

Os filtros também devem ter atenção durante a manutenção automotiva, pois garantem o bom funcionamento do veículo. O filtro de ar e o de combustível deve ser trocado a cada 10 mil quilômetros, enquanto o de óleo deve ser modificado a cada duas trocas de óleo. O filtro do ar-condicionado deve trocado a cada 20 mil quilômetros, ou quando for percebido um cheiro desagradável.

Pneus

O desgaste dos pneus é um grande causador de acidentes graves e, por isso, deve ser evitado. Quando estiver com bolhas nas laterais, “careca” ou com a malha de aço visível, eles devem ser trocados por novos.

Outra maneira de identificar se está na hora de substituir os itens é observar o indicador TWI, uma pequena saliência na borracha interior do sulco do pneu. Caso você verifique que o ponto está batendo no chão, está na hora de trocar de pneu.

Você vai se interessar por:

Assistência para seu carro

Se a manutenção está em dia, é hora de garantir segurança para os momentos imprevistos. Com o Vivo Assistência Casa e Auto, você conta com serviços de eletricista e encanador para sua casa, socorro mecânico para seu automóvel e chaveiro para os dois, sempre que precisar, por apenas R$ 5,90 por mês.

> Vivo Assistência Casa e Auto: Garanta socorro mecânico em emergências

E você, com que frequência costuma fazer a manutenção automotiva? Comente e compartilhe as dicas!

como calcular a reforma de um apartamento
quanto custa um seguro de casa
como escolher uma seguradora de veiculos
preço de imoveis começa a cair
economizar no seguro da casa
economizar no seguro do carro