Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Limpar nome sujo é o primeiro passo para sua liberdade financeira

A- A+

Ninguém gosta de dever dinheiro, mas pior do que o remorso do compromisso não cumprido é ter o nome cadastrado em serviços de proteção ao crédito, como Serasa, SPC ou CCF. Se esse é o seu caso, você precisa saber como limpar nome sujo e sair dessa. Caso contrário, enfrentará dificuldades para abrir uma conta em um banco ou fazer qualquer compra parcelada, entre outros transtornos.

Homem quer limpar nome sujo

O primeiro passo para limpar o nome sujo na praça é pagar ou negociar a sua dívida. Foto: iStock, Getty Images

Passo a passo para limpar nome sujo

Limpar nome sujo na praça não é difícil, conforme vamos explicar abaixo. Mas atenção: você deve aprender com os seus erros e organizar a vida financeira para que isso não aconteça novamente. Veja o que fazer:

1. Pague ou negocie a dívida

Há duas maneiras de limpar nome sujo. A mais fácil é quitando integralmente o compromisso que você tem com a empresa credora. Se você não tem dinheiro para isso, a opção é negociar, buscando um acordo e parcelando o que deve em condições que conseguirá cumprir.

Se você for pelo segundo caminho, terá de pagar as parcelas em dia. Seja qual for o caso, é muito importante que exija e guarde comprovantes de todos os pagamentos feitos.

2. Consulte seu nome

A partir do momento que você pagou a primeira parcela da dívida negociada ou a integralidade do débito, o credor tem a obrigação de informar o serviço de proteção ao crédito que você está em dia, para que o nome seja retirado. Isso deve acontecer em um prazo de cinco dias.

Serviços como o Vivo Alerta CPF podem ajudar a descobrir se ainda está com o nome sujo. Com ele, é possível visualizar um relatório completo sobre a situação do seu CPF e receber avisos quando o seu status é alterado nas bases de dado da Serasa.

3. Danos morais

Se você descobrir que, passados mais de cinco dias após o pagamento do compromisso, seu nome ainda consta em um serviço de proteção ao crédito, é possível entrar com uma liminar na Justiça, pedindo exclusão imediata do seu CPF dos cadastros, além de mover um processo de danos morais contra o credor pela manutenção indevida do seu nome.

Organização financeira para pagar as dívidas

Nada vai adiantar limpar o nome sujo se você continuar com a vida financeira bagunçada. Tome uma atitude e mude seus hábitos. A primeira medida é preparar uma lista de todas as suas despesas mensais, sejam elas fixas ou variáveis. Para um diagnóstico mais preciso, passe a anotar todo e qualquer gasto, até mesmo o mais barato. Planilhas são aliadas nesse exercício.

A partir daí, corte o que é supérfluo e reduza os gastos que resolver manter. Você sempre vai achar uma marca de qualidade com um preço menor do que a que costuma consumir. Com essa nova rotina, você conseguirá eliminar uma boa parcela das despesas e deixar essa história de nome sujo no passado.

Você vai se interessar por:

Seu nome protegido

Se você convive com dívidas, precisa conhecer o Vivo Alerta CPF. Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Gosta de dicas financeiras? Então cadastre-se e receba nossa newsletter.

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças