Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Leste Europeu é destino mais barato no velho continente

A- A+

Ao falar em viagem para a Europa, os primeiros países em que pensamos são opções como Itália, Inglaterra, Alemanha e França. Mas, mesmo que esses sejam os principais destinos turísticos do continente, eles estão longe de ser os únicos para colocar na sua lista de lugares para conhecer. O Leste Europeu, por exemplo, também não costuma decepcionar.

Leste Europeu é mais econômico

Uma das principais vantagens de optar pelo Leste Europeu é a economia de dinheiro, quando comparados os valores investidos em uma viagem para os países mais tradicionais do continente. Ou seja, é possível planejar um roteiro mais longo, que permita você aproveitar ao máximo a experiência.

Como a região ainda não é tão visitada pelos turistas, outra vantagem é a facilidade de acesso aos locais, que costumam ser menos disputados. Por outro lado, também é preciso estar preparado para encontrar cidades em que o inglês não é uma opção e que o idioma pode dificultar o contato com moradores locais – ou mesmo aos cardápios de restaurante.

Destinos do Leste Europeu

Para Caroline Guelber, blogueira do Vícios de Viagem, não são apenas os preços mais baixos que atraem os turistas para essa região da Europa. Outro destaque é a beleza das cidades, que oferecem uma arquitetura rica em detalhes e um mergulho na história. Entre os principais destinos, ela inclui cidades como Praga e Budapeste.

Praga, na República Tcheca

Viajar para Praga, além de barato, é certeza de conhecer um dos locais com as maiores belezas antigas do Leste Europeu. Repleta de feiras de antiguidades, a cidade é um prato cheio para quem quer levar produtos originais de sua visita à República Tcheca.

Mas o atrativo principal da cidade ainda é a sua arquitetura, que mistura estilos que vão do gótico ao renascentista, e permite que o moderno e o antigo convivam em harmonia. Praças, catedrais, castelos, sinagogas, pontes, bairros históricos. A maioria das atrações estão espalhadas pelas ruas e podem ser visitadas a pé ou ainda através do metrô.

A arquitetura de Praga é um dos destaques que o Leste Europeu oferece. Foto: iStock, Getty Images

A arquitetura de Praga é um dos destaques que o Leste Europeu oferece. Foto: iStock, Getty Images

Budapeste, na Hungria

Localizada nas margens do Rio Danúbio, Budapeste também impressiona pela arquitetura e pela diversidade de pontos turísticos. Entre os principais deles estão opções como o Castelo de Buda, acessível através de um bondinho. A vista é o que mais chama atenção.

Também não deixe de visitar o Parlamento de Budapeste, que impressiona pelo seu tamanho e imponência. Outra dica é aproveitar os famosos banhos de água termal que a cidade oferece. As piscinas oferecem diferentes temperaturas e, em alguns casos, sais mineiras e hidromassagem.

Para os mais jovens, a capital húngara é conhecida ainda pelos seus festivais, como é o caso do Sziget Festival, um dos maiores do mundo. Ele acontece em uma das ilhas localizadas no meio do Danúbio, a Óbudai.

O Parlamento de Budapeste está entre os maiores do mundo. Foto: iStock, Getty Images

O Parlamento de Budapeste está entre os maiores do mundo. Foto: iStock, Getty Images

Gostou das dicas para viajar pelo Leste Europeu? Compartilhe!

queda do dólar
trabalho temporario nos EUA para brasileiros em 2016
viagens econômicas pelo Brasil
viagem econômica para a Disney
como economizar na limpeza
preço do dólar turismo