Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Legumes do inverno: economize com produtos da estação

A- A+

Chamados de alimentos sazonais, os frutos e hortaliças típicos de cada estação do ano guardam nutrientes essenciais para cada período. Os legumes do inverno, por exemplo, são mais calóricos, já que o frio exige mais energia. Esse tipo de divisão alimentar – por estação – ajuda também na economia do mês. Como são mais abundantes, os preços dos legumes caem consideravelmente.

Economia com legumes do inverno

Os alimentos frescos, típicos de uma estação ou região, são aqueles que possuem a maior quantidade de benefícios, em diversos aspectos. Para o orçamento mensal, apostar nos legumes do inverno é uma ótima opção. Como eles são ofertados em maior quantidade, eles chegam ao comércio com um preço muito mais baixo do que aqueles que precisam ser importados.

legumes-do-inverno

Possuem capacidade de manter o corpo saciado e bem alimentado por um longo tempo. Foto: iStock, by Getty Images

Mandioca, batata doce, batata baroa, brócolis, aipo e rabanetes são alguns dos legumes do inverno. Segundo a Ceasa, um quilo de batata doce, no inverno, pode chegar a custar R$ 0,85. Seguindo a recomendação da Associação Brasileira de Nutrição, que indica o consumo diário de 100 gramas do legume, uma pessoa pode fazer até 10 refeições com esse único quilo comprado.

Além disso, esses legumes mais calóricos e densos podem ser usados de diversas maneiras. É uma recomendação do Ministério da Saúde em seu Guia Alimentar para a População Brasileira: utilizar todas as fontes nutricionais de um alimento in natura, ou seja, aquele que não passou por nenhum tipo de processamento industrial.

Se a polpa de uma batata ou de um aipo servem para saladas, purês e outras combinações, a fervura das cascas e dos talos desses vegetais pode render uma sopa cheia de nutrientes. Essa é uma maneira de economizar. Você consegue preparar duas refeições – ou mais – diferentes, sem que precise comprar duas vezes o mesmo tipo de alimento.

Além disso, você evita desperdícios. O Banco de Alimentos indica que, no Brasil, são desperdiçadas 26 milhões de toneladas de alimento. A entidade aponta que essa quantidade seria suficiente para alimentar 10 milhões pessoas. Além disso, 60% dos alimentos in natura que as pessoas adquirem são jogados no lixo antes de serem utilizados.

Benefícios dos legumes do inverno

O principal benefício dos legumes do inverno é sua capacidade de manter o corpo saciado e bem alimentado por um longo tempo. Uma pesquisa do Instituto de Pesquisas Médicas de Garvan, Sydney, aponta que o frio faz com que o corpo queime gordura, ou seja, gaste suas reservas de energia. Estar bem alimentado é fundamental para manter o metabolismo ativo.

Outro elemento a ser considerado é que esses são alimentos funcionais. Para a nutricionista Ana Carolina Arnhold, alimentos funcionais são aqueles que nutrem e ajudam a controlar a glicose e a hipertensão, como é o caso da batata doce. Também podem se encaixar nessa categoria os legumes que mantém a sensação de saciedade por um longo período.

Além disso, por serem frescos e in natura, eles são ricos em nutrientes e vitaminas que os processados e até mesmo os cozidos não possuem. O Ministério da Saúde aponta que esse tipo de alimento deve ser a base de todas as refeições e compor a maior parcela de sua tabela alimentar diária.

Gostou das dicas para legumes do inverno? Compartilhe!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria