Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

IPTU Porto Alegre: desconto por antecipação só em janeiro

A- A+

Quem mora na capital gaúcha já pode preparar o bolso para um tradicional imposto. O IPTU Porto Alegre teve suas datas e alíquotas divulgadas pela prefeitura da cidade. Há previsão de desconto como incentivo para o pagamento antecipado do valor total ou a opção de realizar o parcelamento.

Os custos do IPTU Porto Alegre

Seguindo a aplicação do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), o IPTU Porto Alegre sofreu um reajuste de 10% em seus valores. Isso significa que, em 2016, o Imposto Predial e Territorial Urbano vai pesar mais no bolso dos donos de imóveis.

Confira quais são as alíquotas utilizadas no cálculo do tributo na capital gaúcha:

  • Imóveis residenciais: 0,85%
  • Imóveis não-residenciais: 1,1%
  • Terrenos: de 1,5% a 6%, variando conforme fatores (localização, metragem, etc.)
  • Terrenos com projeto arquitetônico de imóvel residencial aprovado pela Prefeitura: 0,95%
  • Terrenos com projeto arquitetônico de imóvel não-residencial aprovado pela Prefeitura: 1,2%
  • Imóveis utilizados na produção agrícola: 0,03%

Os percentuais das alíquotas se mantêm os mesmos de anos anteriores em Porto Alegre, mas o custo final do imposto é alterado em razão da atualização no valor venal de imóveis e terrenos na cidade.

Desconto de antecipação no pagamento do IPTU Porto Alegre acontece só em janeiro

IPTU na capital gaúcha pode ser pago com desconto até 12 de janeiro. Foto: Shutterstock

IPTU Porto Alegre: como pagar

Por essas características, programar o pagamento adiantado do imposto em 2016 pode ser ainda mais vantajoso do que já era nos anos anteriores.

O município oferece descontos para quem quitar o valor em parcela única e antes da data de vencimento. Porém, é preciso ficar atento. O prazo para recebimento de desconto se encerra ainda durante a primeira quinzena do novo ano. Quem pagar até 12 de janeiro tem direito a um abatimento de 5% no valor final do seu imposto. Até 5 de janeiro, o desconto era de 12%.

Se não for possível pagar em cota única e com antecedência, a alternativa é parcelar. Os contribuintes podem dividir o valor do imposto em até 10 vezes, sendo que o primeiro vencimento é programado para o dia 8 de março e os seguintes acontecem nos dias 8 de cada mês. Caso seja feriado ou final de semana, o pagamento fica para o primeiro dia útil subsequente.

Você vai se interessar por:

Negocie débitos anteriores

É importante, também, que você organize suas finanças para que o pagamento de nenhuma das parcelas ocorra em atraso. O custo do IPTU Porto Alegre aumenta em 2% por parcela atrasada se o pagamento ocorrer até o final do mês de vencimento. Quando pago em data posterior, sofre aumento de 10%, acrescido dos juros de mora.

Se você já atrasou o pagamento de imposto anteriormente e está em dívida com a Prefeitura, pode fazer o parcelamento do débito, conforme as condições determinadas. Os débitos podem ser divididos:

  • Em até 24 meses: desde que o valor da parcela não seja menor do que R$30 nos casos de pessoas físicas ou R$80 para os casos de pessoas jurídicas.
  • Em até 36 meses: desde que o valor da parcela não seja inferior a R$30 nos casos de pessoas físicas e a R$100 para os casos de pessoas jurídicas. 
  • Em até 72 meses: desde que o valor da parcela não seja menor do que R$60 nos casos de pessoas físicas ou R$120 para os casos de pessoas jurídicas.

 

E você, como vai pagar o IPTU Porto Alegre em 2016? Comente!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria