Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

IPTU Belo Horizonte fica 10% mais caro em 2016

A- A+

Você é dono de um imóvel na capital de Minas Gerais? Já pode preparar o bolso. O IPTU Belo Horizonte vai pesar mais no orçamento em 2016. O aumento de 10% segue o Índice de Preços ao Consumidor Amplo – Especial (IPCA – E), que registra a curva ascendente da inflação no país.

IPTU Belo Horizonte fica mais caro em 2016

Quem pagar ao menos duas parcelas até 20 de janeiro ganha 7% de desconto em BH. Foto: Shutterstock

Reajuste no IPTU Belo Horizonte

Os carnês com as guias de pagamento estão sendo enviados aos belo-horizontinos desde 4 de janeiro, já com o valor reajustado. É o maior aumento desde 2012. A elevação no tributo foi definida por decreto municipal, aprovado também pela Câmara Municipal. Na prática, aumenta o custo de vida para os moradores.

Com o maior valor no IPTU Belo Horizonte em 2016, a saída pode ser aproveitar os descontos no valor final para economizar. Os contribuintes da capital mineira que realizarem a quitação integral ou de pelo menos duas parcelas até 20 de janeiro podem conseguir até 7% de desconto.

Outra boa notícia é que, como a Planta de Valores Imobiliários não foi alterada, as alíquotas utilizadas seguem as mesmas desde 2009. Confira quais são elas:

Imóveis edificados de ocupação exclusivamente residencial:

  • Com valor venal até R$ 80 mil: 0,6%
  • Com valor venal acima de R$ 80 mil e até R$ 200 mil: 0,7%
  • Com valor venal acima de R$ 200 mil e até R$ 350 mil: 0,75%
  • Com valor venal acima de R$ 350 mil e até R$ 600 mil: 0,8%
  • Com valor venal acima de R$ 600 mil e até R$ 800 mil: 0,85%
  • Com valor venal acima de R$ 800 mil e até R$ 1 milhão: 0,9%
  • Com valor venal acima de R$ 1 milhão: 1 %

Imóveis edificados de ocupação não residencial e demais ocupações:

  • Com valor venal até R$ 30 mil: 1,2%
  • Com valor venal acima de R$ 30 mil e até R$ 100 mil: 1,3%
  • Com valor venal acima de R$ 100 mil e até R$ 500 mil: 1,4%
  • Com valor venal acima de R$ 500 mil e até R$ 1 milhão: 1,5%
  • Com valor venal acima de R$ 1 milhão: 1,6%

Lotes ou terrenos não edificados:

  • Com valor venal até R$ 40 mil: 1%
  • Com valor venal acima de R$ 40 mil e até R$ 300 mil: 1,6%
  • Com valor venal acima de R$ 300 mil e até R$ 600 mil: 2%
  • Com valor venal acima de R$ 600 mil e até R$ 1 milhão: 2,5%
  • Com valor venal acima de R$ 1 milhão: 3%

Desconto no IPTU Belo Horizonte

Outra forma de economizar no pagamento do IPTU Belo Horizonte é participando do programa BH Nota 10, realizado pela prefeitura. Sempre que o morador consumir algo em estabelecimentos comerciais da capital e solicitar a nota fiscal de serviços eletrônica, constando o seu CPF ou CNPJ, ele acumula créditos para desconto.

Esses créditos podem ser revertidos para que se transformem em abatimento no valor do IPTU. Basta acessar o site do programa e clicar sobre a opção Distribuir Créditos, na aba Sistemas, no lado esquerdo da página inicial. Os descontos podem chegar a 30% do valor final do imposto.

As guias de pagamento devem chegar aos contribuintes até o dia 12 de cada mês. Caso elas não sejam entregues na data, é preciso acessar o site da prefeitura ou procurar as Gerências de Atendimento Regional e o BH Resolve para emitir uma segunda via do documento.

Você vai se interessar por:

Seguro para os seus bens

Se você tem um imóvel, uma boa dica é contratar uma proteção extra. Clientes Vivo podem contratar seguro residencial que garante, entre outras coberturas, amparo contra incêndio, raio e explosão. A apólice garante o pagamento de uma indenização, quando ocorrer danos à sua residência ou ao seu conteúdo.

O seguro ainda cobre prejuízos decorrentes de roubo ou furto qualificado, de problemas causados por danos elétricos e Responsabilidade Civil Familiar.

> Seguros para seus bens: Garanta proteção contra incêndio, raio, danos elétricos, roubo e furto

E você, como pretende pagar o IPTU Belo Horizonte neste ano? Comente!

vale a pena usar roupas de marca
feiras de trocas
vale a pena economizar
dividir aluguel com alguém
limite do cartão de crédito
exemplos de produtos supérfluos