Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Investir em imóveis é algo rentável atualmente?

A- A+

De uns tempos para cá, o preço do metro quadrado nas principais cidades brasileiras tem se desvalorizado. Se descontada a inflação do período, o primeiro semestre deste ano apresentou queda de 4,42%, segundo levantamento feito pelo FipeZap. O momento instável do ramo imobiliário pode levantar dúvidas se investir em imóveis é algo rentável atualmente.

Para o vice-presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG), Evandro Veiga Negrão de Lima Jr., mesmo que o ganho seja inferior a outros tempos, muitos investidores que abandonaram o mercado imobiliário como opção estão perdendo ótimas oportunidades.

“Não se pode esquecer de que o imóvel valoriza no mínimo acompanhando a inflação. Portanto, quem hoje tem um horizonte de investimento de médio prazo, com certeza terá um retorno melhor se comprar imóveis do que se investir em títulos do tesouro, renda fixa ou outros produtos financeiros”, opina Lima Jr.

investir em imóveis

Metro quadrado tem se desvalorizado nas principais cidades brasileiras. Foto: iStock, Getty Images

4 motivos para não investir em imóveis agora

Por outro lado, outros especialistas consideram que investir em imóveis não é a melhor ideia para o momento. Confira quatro motivos para optar por outras tipos de aplicação.

  • Falta de liquidez

Quando se aplica em imóveis, é preciso ter em mente que a liquidez é baixa. Ou seja, se você está montando uma poupança para emergências, ou até mesmo para objetivos de curto prazo, é bom escolher um outro tipo de investimento que atende a essas necessidades.

  • Baixa rentabilidade

O retorno de aluguel sobre o valor do imóvel normalmente gira em torno de 0,5% ao mês, atualizado ano a ano pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M). Investimentos de renda fixa oferecem um rendimento maior e ainda oferecem a segurança do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), de até R$ 250 mil por instituição financeira.

  • Instabilidade elevada

Por falar em segurança, investir em um imóveis não é algo muito confiável. Com as constantes desvalorizações do mercado, você pode ser forçado a fazer uma venda com prejuízo, ou, ainda, de a propriedade ficar sem nenhum locatário por muito tempo, o que pode acabar fazendo com que a aplicação seja uma perda de dinheiro.

Com a taxa Selic superior a 14% ao ano, é possível investir com mais retorno e mais segurança, por exemplo, em títulos do Tesouro Direto. A modalidade tem se mostrado um dos melhores custo benefício do momento.

  • Custos de transação

Outro ponto que pode fazer você repensar em investir em imóveis são os custos envolvidos. Você precisa arcar com Imposto sobre Transmissão de Bens Imobiliários (ITBI), registros, custos com cartório, eventuais reformas, inadimplência do locatário, período de vacância, entre outros. Todos esses valores não podem ser esquecidos na avaliação do investimento.

Você vai se interessar por:

Proteja sua família e concorra a prêmios

Independentemente do tipo de seguro contratado, o melhor custo-benefício é o bem-estar da sua família. Com o Seguro Premiado Vivo, você garante a proteção dos seus entes queridos e ainda concorre a prêmios no valor de R$ 2.500 por dia. Para participar, basta enviar a palavra SEGP para 8051.

> Seguro Premiado Vivo: Proteja a sua família e concorra a prêmios

E você, decidiu investir em imóveis? Comente.

quando vale a pena comprar título de capitalização
vale a pena ter seguro
oscilações da Bolsa de Valores
preço de imoveis começa a cair
o que é previdência complementar
investir para viajar