Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Intercâmbio na Espanha mistura o moderno e o histórico

A- A+

Com cerca de 47 milhões de habitantes, a terra de artistas como Picasso e Dali é também um dos destinos mais procurados por aqueles que querem explorar o Velho Continente – e não é por acaso. Em um intercâmbio na Espanha, o que não faltam são atrações.

Ensino de qualidade, arquitetura, gastronomia e uma cultura que faz muitos brasileiros se sentirem em casa, com a familiaridade do espanhol e de um povo alegre e festivo, são marcas do país.

Quer conhecer um pouco mais do país hispânico? Confira as dicas que o Vivo Seu Dinheiro traz para você em mais um texto com dicas sobre intercâmbio.

Madri é destino de intercâmbio na Espanha

Em sua passagem pela Espanha, não deixe de conhecer os encantos de Madri. Foto: iStock, Getty Images

Alternativas de intercâmbio na Espanha

Para quem deseja conhecer o país em um intercâmbio na Espanha, o primeiro passo é definir em qual cidade morar – alternativas certamente não vão faltar. Na capital Madri, a arquitetura chama a atenção, assim como a diversidade de opções culturais, que podem ser encontradas por todos os lados.

Já em Barcelona, um dos destinos mais famosos do país, é a cultura local que se destaca. Não se surpreenda se, mesmo fluente em espanhol, você não entender direito o que as pessoas falam: o principal idioma utilizado é o catalão.

Com verões quentes, a cidade também oferece as belas praias do Mediterrâneo como possibilidade aos turistas. Outra atração é o Camp Nou, estádio do Barcelona e também um dos maiores orgulhos locais.

Intercâmbio na Espanha é oportunidade para aperfeiçoar o espanhol.

Barcelona é um dos destinos mais procurados pelos turistas na Espanha. Foto: Shutterstock

Embora esses sejam os dois destinos mais conhecidos, eles estão longe de serem os únicos. Sevilha, por exemplo, mistura o agito dos grandes centros com a calmaria de uma cidade interiorana. Para os apaixonados por ruínas e construções históricas, vale a pena considerar a cidade.

Sevilha é destino de intercâmbio na Espanha

Construções históricas são uma marca de Sevilha. Foto: iStock, Getty Images

Fora da rota tradicional, a psicóloga Ana Flora Bestetti, supervisora regional do Rio Grande do Sul para CI Intercâmbio e Viagem, recomenda ainda Valência. Terceira maior cidade da Espanha, é a terra da famosa paella, uma prato típico do país.

Na hora de fazer a escolha, Ana Flora lembra que vale avaliar com cuidado o perfil do intercambista e o que ele espera dessa experiência. Idade, objetivos, época do ano e tempo de duração da viagem são fatores que não devem ser deixados de fora.

Valência é destino para intercâmbio na Espanha

Com suas belas paisagens e atrações diversas, Valência merece a visita. Foto: iStock, Getty Images

Custos de um intercâmbio na Espanha

Com as principais definições em mente, é hora de ir em busca dos valores. Na maioria dos casos, vale a pena contar com o apoio de empresas especializadas na área, que oferecem pacotes completos e garantem mais segurança.

Para um pacote em Barcelona, que inclui curso de línguas, taxas, acomodação em casa de família com meia pensão e seguro, Ana Flora estima que o valor médio seja de R$ 4,5 mil. Mas vale avaliar os seus objetivos.

“Recomendamos sempre acomodação em casa de família para aqueles que querem mais contato com a língua e a cultura locais ou residência estudantil para quem quiser autonomia total e conviver com outros intercambistas”, explica ainda.

Mas é preciso ainda incluir os custos da passagem de ida e volta, que costuma ser um dos itens mais caros. Lembre-se de fazer estimativas com o preço incluído no pacote e da compra por conta própria. No Vivo Compras, o bilhete aéreo com saída de São Paulo fica por aproximadamente R$ 4 mil, com saída em janeiro e volta em março.

Você vai se interessar por:

Visto para viajar

Um dos primeiros cuidados para quem viaja é com o passaporte e o visto. Sem que toda documentação esteja em ordem, é possível encontrar problemas na hora da viagem.

Embora o passaporte seja obrigatório para a Espanha, o visto não costuma ser necessário. Mas vale ficar atento às condições:

  • Visto para trabalho: é obrigatório sempre
  • Visto para estudante: só é obrigatório para quem pretende ficar por mais de 90 dias
  • Visto para turismo: não é preciso do visto para viagens de até 90 dias. Porém, é preciso um intervalo de 180 dias entre uma visita e a outra.

 

E aí, gostou das dicas para fazer o seu intercâmbio na Espanha? Compartilhe!

melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet
como entender a fatura do cartão de crédito