Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Intercâmbio High School permite cursar o Ensino Médio no exterior

A- A+

Uma das fases da vida mais propícias para morar no exterior é a adolescência. Nessa época, em que os medos e as responsabilidades costumam ser menores, você pode cursar o Ensino Médio em outro país, na modalidade de intercâmbio High School.

Essa é uma forma de conhecer o mundo e de amadurecer, para que a entrada na universidade e no mercado de trabalho sejam mais tranquilos. Mas isso não quer dizer que a vida em um país desconhecido seja fácil e livre de responsabilidades. Que tal começar a se planejar para essa aventura?

Jovem no intercâmbio High School.

Modalidade de intercâmbio High School é voltada para estudantes entre 14 e 18 anos. Foto: iStock, Getty Images

Como funciona um intercâmbio High School

O intercâmbio High School é uma modalidade em que o aluno deixa o Brasil por um período que pode variar entre dois meses e dois anos, para cursar o Ensino Médio em outro país.

Como lida diretamente com pessoas mais novas, com objetivos diferentes daqueles que têm os adultos que moram fora, essa modalidade de viagem tem exigências e funcionamento diferentes.

Segundo Perpétua Devite, representante da modalidade de intercâmbio High School da agência Intercâmbio Global, o aluno passa a participar da vida de uma nova família ou de uma entidade, quando vai morar no alojamento da escola. É uma experiência voltada ao aprofundamento em um novo idioma, o que também amplia horizontes.

Por tratar-se de um programa acadêmico, o aluno precisa seguir algumas regras definidas previamente. Para que o ano letivo não seja perdido e os estudos sejam validados no Brasil, é fundamental que o intercambista frequente as aulas normalmente e atinja uma média de notas. Essa média muda conforme o tipo de escola, podendo ser particular ou pública.

A documentação, conforme Perpétua, é um ponto que merece atenção. O estudante precisa preencher uma inscrição e um contrato onde se compromete a seguir as regras do programa. Em seguida, preenche um application, uma espécie de dossiê, onde fala sobre si, seus hábitos, costumes e o dia a dia. Ele é analisado pelas escolas, que têm o poder de aceitar ou não o estudante.

O aluno que deseja fazer um intercâmbio High School precisa ter entre 14 e 18 anos na data do embarque, além de estar cursando o Ensino Médio no Brasil, com boas notas escolares.

O conhecimento intermediário do inglês ou do idioma oficial do país de destino é necessário, além de apresentar características como flexibilidade, maturidade e espírito de aventura.

Você vai se interessar por:

Quanto custa um intercâmbio High School

Quanto aos custos de um intercâmbio High School, Perpétua afirma que eles variam diretamente conforme a modalidade e o país escolhido. Apesar de os Estados Unidos serem ainda os campeões de procura, existem outras opções, como Austrália, Nova Zelândia, Argentina, França, Japão, Itália, México, Chile, África do Sul, Rússia, Suécia, Suíça e Tailândia.

As modalidades mais baratas são aquelas em que o estudante não pode escolher a escola ou o lugar em que estudará, mas também não precisará pagar por isso. Contando com custos de viagem, alimentação e outros, esse tipo de intercâmbio sai por aproximadamente US$ 8 mil (cerca de R$ 30 mil), estima Perpétua.

Quem tem condições, pode optar pelo pagamento da escola e ainda uma ajuda de custos para a família, possibilitando escolher entre as opções desejadas, como o MIT, em Boston. Após o embarque, o gasto fica em média de R$ 300 por mês.

 

Você tem uma boa dica de intercâmbio High School? Deixe seu comentário.

melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet
como entender a fatura do cartão de crédito