Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Ilha Comprida é opção de turismo no litoral sul de SP

A- A+

Até mesmo quem mora em um grande centro urbano como São Paulo tem uma chance de fugir do barulho e se aproximar da natureza, nem que seja em um final de semana ou um feriado prolongado. Distante 211 quilômetros da capital paulista, Ilha Comprida é uma opção.

Ilha Comprida e suas riquezas naturais

Ilha Comprida é, na verdade, um complexo lagunar estuarino. Isso já é suficiente para entender que o local é palco para uma infinidade de belezas naturais. Uma delas é o Lagamar, considerado um dos mais importantes viveiros de espécies marinhas do mundo e um dos últimos ecossistemas ainda conservados do litoral.

Fotos: Prefeitura de Ilha Comprida, Divulgação

Uma das formas mais agradáveis de conhecer Ilha Comprida é através de passeios de catamarã. Fotos: Prefeitura de Ilha Comprida, Divulgação

Como curtir Ilha Comprida

Uma das formas mais agradáveis de conhecer Ilha Comprida é através de passeios de catamarã. Os veículos, geralmente, se deslocam por 200 quilômetros de mar. E interessante destacar que os passageiros desfrutam do conforto de música ambiente, binóculos, guia turístico e até televisão.

Durante o percurso, é possível ver todo o Lagamar, assim como o Parque Estadual da Ilha do Cardoso, Cananeia e a famosa Vila Fantasma. Cenários incríveis com manguezais, botos e aves marinhas também fazem parte do roteiro.

E para que o turista tenha uma integração total com a natureza em Ilha Comprida, há momentos da viagem em que é permitido tomar banho de mar. Há também um almoço caiçara preparado pela Associação das Mulheres de Pescadores no Pontal do Leste.

A história local

Ilha Comprida é uma cidade jovem, fundada em março de 1992. Sua história, no entanto, começa no período pré-colonial, quando os povoados de Iguapé e Cananeia (onde tudo começou) foram ocupados por degredados europeus aliados aos índios da região.

Fotos: Prefeitura de Ilha Comprida, Divulgação

Ilha Comprida é palco para uma infinidade de belezas naturais. Fotos: Prefeitura de Ilha Comprida, Divulgação

Os primeiros sinais de ocupação europeia forma no século XVIII e, no início do século XX, começou a se desenvolver a Vila de Pedrinhas, tradicional povoado de pescadores. Mais tarde seu território foi dividido entre as cidades de Iguapé e Cananeia mas, somente na década de 1950 o território passou a ter maior ocupação.

Somente a partir da década de 1980 é que começou o movimento pela emancipação da cidade, que culminou na década seguinte. No ano 2000, a inauguração de uma ponte melhorou muito o acesso à cidade e, na última década, finalmente o turismo local começou a crescer.

Este artigo lhe fez lembrar de alguém? Compartilhe!

como economizar na limpeza
Como tirar manchas de mofo e bolor da parede
Uma das cidades mais caras do mundo para turismo
Um dos pontos turísticos em SP
Viajar para o Cairo é encantador
Qualquer data é a melhor época para viajar para o Chile