Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Hora do Enem: plataforma tem conteúdo gratuito para estudantes

A- A+

Garantir notas altas no Exame Nacional do Ensino Médio pode ser a porta de entrada para estudar em universidades de alto padrão sem precisar arcar com as mensalidades. Mas, para chegar lá, é preciso estudar – e muito. O Hora do Enem, novo programa de conteúdos lançado pelo Ministério da Educação, aumenta as chances de uma boa preparação para as provas.

Estudantes na Hora do Enem

Hora do Enem tem como objetivo melhorar desempenho dos candidatos no exame. Foto: iStock, Getty Images

Conheça a Hora do Enem

Dedicação é a chave para obter bons resultados em provas como o Enem. Com foco e disciplina, reservando algumas horas por dia ou à noite para os estudos, você já consegue absorver o básico daquilo que precisa para responder bem às 180 questões e ainda escrever a redação que finaliza a maior prova da educação brasileira.

Mas nem todos os brasileiros chegam ao grande teste com a mesma capacidade, fruto da disparidade na qualidade de ensino no país. Os estudantes da rede pública de São Paulo, por exemplo, têm as melhores condições do país, segundo o Índice de Oportunidades da Educação Brasileira. Já os paraenses estão no último lugar, aponta o mesmo ranking.

Para enfrentar esse cenário e apostar na unidade da qualificação e formação dos jovens que se preparam para a prova anual, o governo federal lançou a plataforma Hora do Enem. Com material gratuito para acesso de estudantes de todo o país, o sistema permite que os alunos estudem quando desejarem, dando ênfase nas disciplinas em que sentem mais dificuldade.

A biblioteca online do Hora do Enem recebeu o nome de MECflix, uma alusão ao site de conteúdo por streaming Netflix – e passa a funcionar em 30 de abril.

Através dela, os alunos poderão assistir às aulas em vídeos que foram gravados previamente. Além delas, todos os dias, às 18h, a TV Escola reproduzirá uma grande aula sobre o exame.

Mesmo quem não consegue se organizar poderá contar com uma ajudinha do serviço. Serão disponibilizados diversos planos de estudo, com cronogramas e temáticas, para que seja possível montar uma rotina adequada. Leituras, exercícios, simulados e as próprias aulas da plataforma fazem parte dessa estratégia.

Por fim, para que os candidatos consigam treinar seus conhecimentos e possam se familiarizar com o modelo de prova montado pelo MEC, o Hora do Enem também conta com simulados. Eles serão realizados em dias e horas agendados pelo sistema, que abrirá às 0h e fechará às 20h. Assim que o estudante iniciar o teste, terá até 4 horas para finalizá-lo.

Quando encerrar o simulado, o candidato terá suas perguntas corrigidas pelo TRI, Teoria de Resposta ao Item, e saberá qual nota tirou, a nota de corte do seu curso e quanto ainda falta para atingi-la. Além disso, o estudante ainda tem seu plano de estudos atualizado com base no próprio desempenho.

Não deixe o Enem para a última hora

Durante a cerimônia de anúncio e lançamento do projeto, o Ministro da Educação, Aloizio Mercadante, aconselhou aos candidatos ao Enem para quem não deixem os estudos apenas para quando a prova se aproximar.

Segundo ele, uma rotina que abrange entre 2 e 3 horas de estudo por dia, seguindo a orientação do Hora do Enem, já garante uma melhora de 30% no resultado do exame.

Você vai se interessar por:

Economize sempre

Se você gosta de poupar cada centavo que ganha, pode realizar transações bancárias sem pagar taxas por isso, com toda comodidade. Com o Vivo Zuum, uma conta pré-paga gerenciada pelo celular, você pode fazer pagamentos, transferências e até mesmo recarga de celular. Tudo isso sem mensalidades. Se preferir, você pode adquirir o cartão Vivo Zuum para fazer compras no débito e saques.

> Vivo Zuum: Tenha conta corrente com cartão, sem banco, sem complicação

Gostou da novidade no Enem 2016? Comente e compartilhe o artigo!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria