Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Há limite de idade para fazer seguro de acidentes pessoais?

A- A+

Com o avanço da idade, os reflexos e as habilidades físicas e motoras começam a ficar mais debilitadas. Em consequência, o risco de sofrer acidentes se agrava consideravelmente. É pensando nesse agravamento que algumas seguradoras estipulam um limite de faixa etária para usufruir de seus serviços de seguro de acidentes pessoais.

As restrições de idade dos seguros

Um seguro de acidentes pessoais é aquele que cobre morte ou invalidez permanente causados por acidentes, exceto aqueles que tenham relação com o trabalho e causas profissionais. São situações externas, que ocorrem de maneira súbita e involuntária, em que o segurado sofre lesões físicas graves ou morte.

A diferença desse tipo de seguro para o seguro de vida é justamente a situação em que os acidentes acontecem. Os seguros de vida cobrem mortes que aconteçam em quaisquer situações, não apenas em acidentes. Já os seguros de acidentes pessoais, como o nome indica, cobrem apenas os problemas decorrentes de situações acidentais.

idade

Idade faz o seguro para acidentes pessoais ser importante. Foto: iStock, by Getty Images

 

Não são todas as seguradoras que estipulam um limite de idade para a adesão aos seus planos de serviços. Algumas delas permitem que os clientes contratem os serviços em qualquer faixa etária. Porém, boa parte delas limita a adesão aos 70 anos.

Isso acontece porque as seguradoras entendem que, além das altas chances de ocorrência de acidentes, o risco de que eles sejam fatais também é maior. A relação custo x benefício se torna desfavorável para as empresas nesses casos. Até mesmo nas empresas que não possuem limite de idade, as regras são diferentes para pessoas em faixa etária avançada.

Dos 14 aos 50 anos, a linha de cálculo de recompensa se mantém estável. Nessas faixas de idade você ou seus familiares recebem um valor proporcional ao que pagaram. Após os 50 anos o sistema muda. Como os riscos começam a crescer, o valor a ser pago começa a aumentar no mesmo sentido. Quanto mais velho você fica, mais caro você paga para o seguro.

O cálculo da recompensa é inversamente proporcional. Com o passar dos anos, o valor recebido pela família ou beneficiários em caso de acidente se torna cada vez menor. Do ponto de vista financeiro, o seguro para acidentes pessoais se torna mais caro ao longo do processo de envelhecimento.

A importância do seguro para cada idade

Mas é também a idade avançada que faz do seguro para acidentes pessoais uma opção importante. Se os riscos de sofrer acidentes que o invalidem são cada vez maiores, a importância de estar protegido segue na mesma proporção. Os seguros servem para garantir que você e sua família terão estabilidade caso algo aconteça.

Muitos dos pacotes oferecem até mesmo o acompanhamento médico, dependendo de qual sejam as consequências do acidente. Quando a terceira idade chega, o desejo de segurança e de manter a si mesmo e às pessoas próximas em condições de conforto é maior. Mesmo que você esteja gozando de plena saúde, um seguro serve para você ter certeza de que não deixará ninguém desamparado.

Segurança para você e para a família

Você conhece o Seguro Acidentes Pessoais da Vivo? Com ele, você tem a melhor cobertura, com benefícios que incluem minutos grátis de Vivo para Vivo nos finais de semana e sorteios mensais pela loteria federal.

> Vivo Finanças Pessoais: Receba dicas por SMS e concorra a R$ 2.500 todos os dias

Gostou das dicas sobre idade para seguro de acidentes pessoais? Deixe seu comentário.

O controle financeiro pessoal e o futebol
vale a pena ter seguro
Ela aposta na longevidade saudável
Conversando sobre direitos do consumidor do plano de saúde
Pacientes com mais de 60 anos têm direito a acompanhante em caso de internação. Foto: iStock, Getty Images
Passo a passo para planejar financeiramente a gravidez