Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Guia financeiro: tudo que você precisa para ter sua casa própria

A- A+

O sonho da casa própria ainda está entre as prioridades do brasileiro. Dados da mais recente Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada pelo IBGE, indicam aumento de 5,7% nos domicílios em aquisição entre 2012 e 2013. Se você também tem essa meta, um guia financeiro pode ser o que faltava para ela ser alcançada.

Além de definir por onde começar e fazer a escolha certa para as suas pretensões e possibilidades, as dicas do guia financeiro ajudam na decisão pela modalidade empregada para a conquista da casa própria.

Guia financeiro prepara o bolso para compra da casa própria.

Quem se prepara financeiramente fica mais próximo de conquistar a casa própria . Foto: iStock, Getty Images

3 perguntas antes do investimento

1. Por onde começar?

A resposta parece fácil, mas não é. Deve-se levar em consideração diversos pontos de partida: o preço do imóvel, tamanho e localização são alguns deles. É preciso avaliar tudo isso, pois a decisão irá levar em torno de 30% da sua renda nos próximos 15, 20 ou 30 anos.

2. Escolha do imóvel

É preciso gastar tempo e paciência para encontrar algo do seu agrado, mas que você possa pagar. Lembre-se que boa parte dos financiamentos concede até 80%. Em alguns bancos, porém, você precisará dar 50% de entrada. Não adianta escolher um imóvel incrível e passar décadas de aperto pagando a conta.

3. Pense no futuro

Se você é solteiro ou recém-casado, é preciso pensar nas necessidades futuras: se pretende ter filhos, comprar mais um automóvel ou instalar uma piscina, por exemplo. Sua casa deve ser condizente não apenas com a situação atual, mas com as necessidades futuras.

Guia financeiro: como fazer seu sonho virar realidade

Quando o assunto é dinheiro, há alguns caminhos que podem ser adotados para realizar seu sonho da casa própria. Conheça detalhes sobre eles:

Financiamento

Há muitas opções de financiamento, sendo que uma das mais procurada ainda é a da Caixa Econômica Federal. É possível encontrar desde opções para baixa renda (com mais facilidades) até linhas de crédito com limite máximo de R$ 750 mil.

Entrada

A maioria dos financiamentos cobre até 80% do valor do imóvel. Por isso, é importante juntar, no mínimo, 20% do valor para a entrada. É possível utilizar o saldo do FGTS para a entrada, como também para amortização futura.

Consórcio

O consórcio é uma opção econômica, com taxas geralmente baixas, porém o comprador não pode ter pressa. Quanto maior for o recurso que tiver disponível, cresce a chance de ser contemplado antes do final dos pagamentos. É ideal para quem não tem pressa em mudar de casa, como jovens que ainda moram com os pais.

Aluguel x financiamento  

Está na dúvida entre locar ou comprar? Se você vai sair do aluguel direto para um financiamento, calcule bem seus gastos. Via de regra, as prestações ficam em torno de 1% do valor do imóvel, enquanto o aluguel fica em 0,5%. Portanto, você gastará o dobro, mas pagará por algo seu.

Outras despesas

Antes de comprometer seu salário, calcule outras despesas, como luz, água, telefone, condomínio, IPTU, entre outros. Há também o Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) e o valor da escritura. É preciso reservar um dinheiro para tudo isso. Planeje para não arriscar perder o imóvel e todos os recursos investidos depois.

Cogite construir

Há muitos indícios de que construir sai mais barato do que comprar pronto. Porém, é preciso paciência. Para isso, também há diversas linhas de crédito disponíveis.

Você vai se interessar por:

Descubra como conquistar a casa própria sem se endividar

Veja como obter crédito imobiliário para comprar a casa própria

Saiba o que considerar no planejamento financeiro para mudança de casa

Proteja seus bens

Agora que já conhece as dicas do guia financeiro, proteja o seu patrimônio. Com o Seguro Proteção Residencial da Vivo, você conta com coberturas para incêndio, raio, explosões, roubo e furto qualificado de bens, danos elétricos e responsabilidade civil familiar. O serviço, em parceria com a seguradora ACE, ainda oferece praticidade no pagamento, que pode ser realizado na mesma fatura mensal do seu celular.

> Seguros para seus bens: Proteção da sua casa até sua bolsa, mochila e carteira

Gostou das dicas desse guia financeiro? Compartilhe!

investir em imóvel na planta vale a pena
preço de imoveis começa a cair
crédito para financiar casa própria
investir em imóveis
direitos do inquilino
casa para família numerosa