Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Gastos excessivos: consumismo dificulta economia doméstica

A- A+

O consumismo costuma ser uma barreira para aqueles que desejam manter o orçamento estável e ainda contar com uma reserva financeira ao fim de cada mês. O maior fazer da decisão de compra uma escolha consciente, baseada em necessidades e não apenas em desejos.

Consumismo x responsabilidade

Hoje em dia não é difícil encontrar opções de crédito que permitam maior poder de compra. O problema começa quando o consumo perde o controle e se torna impossível dimensionar os gastos e o impacto que eles têm no orçamento.

“O consumismo é um problema quando impede você de realizar seus sonhos de longo prazo, porque você se torna tão refém do curto prazo que não consegue acumular nada de patrimônio e também quando ele leva você a fazer dívidas”, explica Fábio Almeida, blogueiro do O Pequeno Investidor.

Ele alerta ainda que não há problema em consumir de vez em quando e ter alguns desejos de adquirir bens materiais, mas tudo tem um limite. Quando comprar se torna uma prioridade, é hora de repensar seus hábitos. O principal desafio é conseguir conter os impulsos e conseguir diferenciar as necessidades dos gastos supérfluos, que não são importantes para a sua qualidade de vida.

Um dos cuidados deve ser com o uso do cartão de crédito. Ele é um aliado quando utilizado de forma correta, mas pode se tornar um problema quando o consumismo está presente e não permite que as suas escolhas sejam conscientes.

AS compras não precisam ser eliminadas, mas elas devem ocorrer de forma consciente. Foto: iStock, Getty Images

AS compras não precisam ser eliminadas, mas elas devem ocorrer de forma consciente. Foto: iStock, Getty Images

Combater o consumismo com planejamento

Fugir do consumo exagerado e impedir que ele comprometa o orçamento pode ser um desafio, mas há solução. A principal delas é iniciar um planejamento financeiro, capaz de organizar as receitas e despesas. Com isso, os gastos supérfluos serão identificados automaticamente, o que tornará mais fácil a tarefa de eliminá-los, defende Almeida.

Para Altemir Farinhas, palestrante especialista em finanças pessoais, o importante é que todos os gastos sejam anotados. O controle pode ser feito em um caderno, planilha, aplicativo ou software, não importa. O principal detalhe é separar as despesas por categorias e não fazer apenas uma lista geral.

“Dessa forma, é possível melhorar a destinação de cada recurso financeiro. Se estiver gastando muito em determinada categoria, veja dentro dessa categoria qual despesa está interferindo”, explica Farinhas. Ou seja, tudo depende de conhecer os números relacionados ao seu orçamento e concentrar esforços para adaptá-los de acordo com a necessidade de momento.

 

Conta pré-paga para se organizar

Que tal diminuir o consumismo e programar seu padrão de vida de acordo com seu orçamento. Utilizar um cartão pré-pago é um modo de chegar a esse objetivo. É o caso do Vivo Zuum, um serviço que funciona como uma conta-corrente pré-paga no celular. Não precisa ter conta em banco e nem comprovar renda, basta fazer o seu cadastro e aproveitar os benefícios.

> Zuum: Tenha conta corrente com cartão, sem banco, sem complicação

Gostou das dicas para controlar o consumismo? Compartilhe!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
metas de curto médio e longo prazo
Mulher entende o que é carnê-leão
Comprar smart tv