Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Fundo DI: descubra o que é e como investir

A- A+

O mercado financeiro oferece diversas opções de investimento em renda fixa, em que as aplicações são feitas em títulos. Umas delas é o Fundo DI, que oferece juros pós-fixados que variam de acordo com o Certificado de Depósito Interbancário (CDI).

Como as variações de rentabilidade desse índice acompanham os movimentos de alta e queda da taxa básica de juros do país, a Selic, é ideal investir em Fundo DI em momentos como o atual, em que os as taxas permanecem em alta e favorecem a obtenção de lucros.

Como funciona o Fundo DI

O CDI representa a taxa pela qual bancos e instituições financeiras emprestam dinheiro umas às outras. Conforme explica o diretor da Vérios Investimentos, Felipe Sotto-Maior, funciona da seguinte forma: no final do dia, os bancos devem estar com os saldos zerados em suas tesourarias. Enquanto alguns precisam obter dinheiro, outros possuem recursos disponíveis para emprestá-lo.

A taxa cobrada nesse processo é o que chamamos de Certificado de Depósito Interbancário. Ela varia diariamente e acompanha os movimentos de oscilação da Selic. O Fundo DI, da mesma maneira, busca acompanhar a performance do índice CDI, que é também utilizado para calcular o rendimento de aplicações como o Certificado de Depósito Bancário (CDB), as debêntures, as Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) e as Letras de Crédito Imobiliário (LCI).

“Ou seja, é um fundo que não apresenta variações, recomendado para clientes conservadores e que não tenham perfil para oscilações”, destaca Felipe Assunção, agente autônomo da Monte Bravo Investimentos. Principalmente por conta da incidência do Imposto de Renda, que é regressiva, é um modelo de investimento que funciona melhor a longo prazo.

O Fundo DI é uma alternativa para investir o seu dinheiro em renda fixa, com juros pós-fixados. Foto: iStock, Getty Images

O Fundo DI é uma alternativa para investir o seu dinheiro em renda fixa, com juros pós-fixados. Foto: iStock, Getty Images

Características de um Fundo DI

O Fundo DI, assim como qualquer outro, funciona de maneira coletiva. Ou seja, diversas pessoas com um mesmo objetivo compram cotas do investimento, para ter acesso ao lucros conseguidos como resultado. Por isso, é preciso saber o que você procura em termos de retorno.

Para aplicar nessa modalidade, Assunção lembra que é preciso seguir algumas regras:

– Possuir 80% da sua aplicação em títulos públicos ou ativos financeiros de baixo risco de crédito. O objetivo é proteger os investidores de perdas maiores

– Investir 95% da carteira em ativos que acompanhem, seja direta ou indiretamente, a variação do seu benchmark, nada mais do que um índice de desempenho, que nesse caso é o CDI.

Cartões de crédito com benefícios

Se você gosta de movimentar o seu dinheiro com praticidade e segurança, inclusive para realizar seus investimentos, é bom conhecer os Cartões de Crédito Vivo. Com os cartões de crédito Vivo Santander e Vivo Itaucard 2.0, você tem diversas vantagens, como alerta SMS, bônus na recarga de celular, pontos no Vivo Valoriza, descontos nos ingressos de cinema e parcelamento em até 12 x sem juros nas Lojas Vivo.
> Cartões de Crédito Vivo: Conheça as vantagens

Gostou das dicas sobre o funcionamento do Fundo DI? Compartilhe!

como lucrar vendendo cosméticos
vale a pena usar roupas de marca
quando vale a pena comprar título de capitalização
esteira ou bicicleta ergométrica
dicas para comprar uma boa esteira
investir em imóvel na planta vale a pena