Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Franquia ou marca própria: saiba qual caminho escolher

A- A+

Uma das dúvidas mais recorrentes de quem deseja ingressar no mundo dos negócios é sobre a melhor escolha: franquia ou marca própria? Enquanto a primeira remete à empresa que transfere sua marca, serviço e consultoria ao empreendedor (mediante o pagamento de taxas e royalties), a segunda demanda que a concepção da empresa seja criada do zero.

São duas abordagens bastante distintas na prática, pelo menos na fase de desenvolvimento da empresa. Cada uma atende a um perfil diferente de empreendedor e a escolha vai depender dos seus objetivos e temores.

Dúvida entre franquia ou marca própria

Prós e contras de cada opção devem ser bem avaliados antes de tomar decisão. Foto: iStock, Getty Images

A decisão entre franquia ou marca própria

Em primeiro lugar, é importante ressaltar que a ideia de que a franquia não tem riscos é puro mito. Qualquer empresa tem risco. No caso de uma unidade franqueada, pode ser que o local escolhido para a sua implantação não foi o ideal, por exemplo, e o empreendimento nunca se pagou.

Mas é bem verdade que, normalmente, tornar-se um franqueado é menos arriscado do que investir o dinheiro para criar uma empresa totalmente nova, como veremos a seguir. No final, para escolher franquia ou marca própria, o embate será, principalmente, entre a maior segurança e a liberdade. O que você prefere?

Vantagens das franquias

Confira os pontos positivos das franquias na comparação com a marca própria:

Risco menor

Aderir a uma franquia é menos arriscado, porque aposta-se em um modelo de negócio já testado mais de uma vez. Além disso, o know-how da franqueadora estará totalmente à disposição do administrador.

Gestão simplificada

A franquia é uma opção até para quem não tem conhecimentos tão aprofundados em gestão. Não precisará tomar muitas decisões sobre canais de publicidade ou escolha de fornecedores, por exemplo, porque elas normalmente já estão definidas pela franqueadora. Além de supervisionar os processos, controlar o caixa e gerenciar os recursos humanos, não há grandes desafios.

Suporte

Se isso tudo não é motivo suficiente para eliminar a sua insegurança, saiba que muitas franquias oferecem capacitações completas aos futuros administradores, além do suporte técnico permanente em caso de dúvidas.

Vantagens da marca própria

E, agora, as principais vantagens para quem escolhe começar a sua marca própria:

Liberdade

Você será responsável por todas as decisões, a não ser as que escolher delegar para outro funcionário. Ponto de venda, produtos e serviços, canais de publicidade, marca, nome, enfim, tudo aquilo que nas franquias já está pronto e não pode ser mudado ou então precisa de aprovação da franqueadora, é possível decidir por conta própria, criando uma identidade e cultura organizacional únicas.

Vantagens financeiras

O prazo de retorno de investimento das franquias costuma ser menor, mas, em compensação, o empresário que começa por conta própria tem um investimento inicial mais baixo, porque não precisará pagar taxa de franquia. Mensalmente, ele não tem a obrigação de pagar royalties e outras taxas que oneram o franqueado.

Expansão

Na franquia, o potencial para crescer é bastante limitado, pois você não será mais do que um gerente de uma unidade de uma empresa maior. Mas quando a companhia é sua, se você fizer tudo certinho, não há limite. No futuro, poderá inclusive abrir a sua própria rede de franqueados e passar a receber royalties mensalmente.

Você vai se interessar por:

Franquia ou marca própria, qual a melhor opção para você? Se gostou do artigo, compartilhe o conteúdo nas redes sociais.

como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria
como montar uma empresa de cromagem
como montar uma empresa de churros
como lucrar vendendo bolo no pote
como lucrar na crise