Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Foi demitido? Veja como usar bem o dinheiro da rescisão

A- A+

Ser demitido é uma experiência certamente desagradável. Para muitas pessoas, é difícil lidar com a situação sem deixar que a autoestima seja abalada. Junto com esses sentimentos confusos e a incerteza, vem o dinheiro da rescisão e a dúvida sobre o que fazer com aquele valor. Investir, guardar ou pagar dívidas?

Calculando dinheiro da rescisão

Expor sua situação em casa pode ajudar na busca pelas melhores soluções. Foto: iStock, Getty Images

O que fazer com o dinheiro da rescisão

Aquarela é uma música conhecida em todo o Brasil. Um trecho dela diz que o futuro é uma astronave que tentamos pilotar e que ele não tem tempo, nem piedade, muito menos hora de chegar. E aí, sem pedir licença, esse tal futuro muda a nossa vida e depois convida a rir ou chorar. A demissão inesperada é exatamente assim.

Os analistas de economia indicam que o desemprego no país vai piorar ainda mais neste ano. Se você já entrou na lista de brasileiros nessa situação, a primeira atitude a tomar é respirar fundo e se acalmar para poder pensar com lógica e assertividade. O desconhecido chegou e é preciso lidar com isso. Nada de depressão!

Você tem dívidas? Se a sua resposta for sim, trate de agendar uma conversa com os seus credores para ver quais são as possibilidades de renegociar o débito. Anote tudo. Em casa, elabore um planejamento financeiro que dê conta do dinheiro da rescisão.

Você tem dependentes, como filhos? Conte a verdade a eles, exponha a situação e não esconda seus sentimentos. Procure não tomar a demissão como algo pessoal. Conversando com quem você confia, escute-os e depois analise o que pode tirar de ensinamentos desse episódio na sua vida. Use isso a seu favor!

Com o planejamento financeiro, reveja seus gastos e corte despesas. Se diante de tudo isso ainda houver como investir pelo menos uma parte do dinheiro da rescisão, faça-o. LCA, LCI e CDB são alternativas de aplicação, mas o dinheiro não pode ser resgatado antes de 90 dias.

Algum montante você pode manter na poupança apenas como uma segurança, caso necessite sacar. Afinal, não há como saber quanto tempo essa situação temporária vai durar.

Busque novas fontes de renda

Se a demissão chegou na sua vida, não deixa ela se instalar. Permanecer dentro de casa remoendo os motivos, criando mágoas ou fantasiando “se eu tivesse feito isso ou aquilo” não vão empregar você novamente. Dê um jeito de ser útil para consigo e com os outros que estão ao seu redor. Mexa-se!

Com o dinheiro da rescisão, é possível pagar um curso que oportunize uma nova fonte de renda. Garanta suas reservas e parta para outra. Invista em você. Não é à toa que se diz que é justamente na crise que surge a oportunidade.

Talvez daqui um tempo você veja a demissão como um fator libertador na sua trajetória. Diante de uma nova fonte de renda, administre o seu planejamento financeiro, aplicando o dinheiro da rescisão que você não precisou gastar.

Voltando à canção Aquarela, é muito provável que, depois de chorar, você irá rir do quanto sua vida melhorou. Com inteligência e calma, você chegará a conclusão que soube gerenciar o dinheiro da rescisão enquanto buscava uma nova colocação.

Você vai se interessar por:

Seu nome protegido

Se você convive com dívidas, precisa conhecer o Vivo Alerta CPF. Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Pronto para usar com inteligência o seu dinheiro da rescisão? Comente!

como lucrar vendendo cosméticos
vale a pena usar roupas de marca
quando vale a pena comprar título de capitalização
sair da casa dos pais
esteira ou bicicleta ergométrica
dicas para comprar uma boa esteira