Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Finanças na prática: 3 dicas para lidar melhor com seu dinheiro

A- A+

Saber lidar com o próprio dinheiro no dia a dia não precisa ser tão complicado. Ao aplicar conceitos básicos de finanças na prática, você se aproxima da organização do orçamento – um passo fundamental para a estabilidade financeira.

Olhando por esse aspecto, não parece ser nenhum bicho de sete cabeças, não é mesmo? Mas somente quatro em dez brasileiros (38%) se sentem seguros para organizar a própria vida financeira, concluiu pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em parceria com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Para o educador financeiro do portal Meu Bolso Feliz, José Vignoli, os resultados do estudo indicam que o conhecimento sobre as finanças ainda precisa evoluir significativamente no país. “É preciso buscar mais informações”, alerta.

Fazendo o controle de finanças na prática

Como no casamento, é importante assumir um relacionamento sério com seu dinheiro. Foto: iStock, Getty Images

Coloque os conceitos de finanças na prática

Se você também faz parte do grupo que não sabe como gerir o próprio dinheiro com inteligência, saiba que dá para vencer a desorganização financeira. Confira três boas dicas e comece a colocar os conceitos básicos de finanças na prática.

1. Gaste menos do que ganhe

Na teoria, essa primeira dica é a mais óbvia, mas, na prática, gastar menos do que ganha nem sempre é uma tarefa fácil. A medida exige muita força de vontade e disciplina para não cair na tentação das compras por impulso.

Ter conhecimento de quanto se gasta e de quanto se ganha também é um passo fundamental em busca do equilíbrio orçamentário.

Muitas pessoas, entre as quais aquelas que possuem remuneração variável, não sabem exatamente qual o seu rendimento ao final do mês. A dica, portanto, é fazer um diagnóstico detalhado dessas informações – planilhas podem ajuda nesse sentido.

2. Planeje uma organização semanal

Se você acha muito difícil começar planejando o mês todo, pode iniciar seu esforço por uma organização semanal. Um espaço mais curto de tempo para administrar o seu dinheiro pode facilitar bastante os primeiros passos.

A dica aqui é definir quanto do seu orçamento pode ser gasto a cada sete dias. Faça um levantamento detalhado de quanto você costuma consumir com café, almoço em restaurante, bares, compras no supermercado, crédito de telefone, entre outras despesas.

O maior benefício de manter uma organização por semana das despesas é que você ganha tempo para verificar o andamento dos seus gastos e para cortá-los ainda mais, se assim for preciso. Com um controle rotineiro, você logo identifica quando extrapola em algum quesito.

3. Assuma um relacionamento sério com suas finanças

Com o tempo, sua habilidade em gerir o dinheiro melhora e você vai assumindo uma espécie de relacionamento sério com suas finanças, onde a fidelidade é tão importante quanto a relação com o seu parceiro: nada de deslizes. Nesse ponto, colocar os conceitos de finanças na prática já será algo natural, integrado à sua rotina.

Mas nunca esqueça: um bom relacionamento precisa ser sempre cultivado. Então, nada de deixar os cuidados de lado. Lembre sempre de gerenciar seus pequenos gastos, por menores que sejam.

Por fim, economizar sem ter um objetivo em mente é mais difícil. Por isso, outro ponto fundamental é sempre ter um sonho para ser realizado com o dinheiro que será poupado. Afinal, uma relação amorosa, mesmo que com suas finanças, também merece uma recompensa.

Você vai se interessar por:

 

E você, como faz para colocar as finanças na prática? Comente!

Casal melhora as finanças pessoais
Dicas para quem pensa em vender bens para pagar dívidas
seudinheiro-Compras-de-supermercado
sair da casa dos pais
sonho de consumo
app para gastos pessoais