Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Favela de Paraisópolis é a primeira do país a ter cartão de crédito próprio

A- A+

Uma comunidade paulistana, lembrada até mesmo em novela atual, vem se destacando também quando o assunto é dinheiro e a gestão dele. Tem previsão para aceitação no comércio a partir deste mês o cartão de crédito exclusivo da favela de Paraisópolis, a segunda maior de São Paulo.

Lançada no início de setembro, a iniciativa é resultado de uma parceria da Mais Fácil Administradora de Cartões de Crédito com a União dos Moradores e do Comércio de Paraisópolis (UMCP). A localidade se torna o primeiro conjunto de habitação popular a ter o seu próprio “dinheiro de plástico”.

O Nova Paraisópolis, como foi batizado o cartão, tem como principal objetivo incentivar o consumo local, promover inclusão financeira, além de apoiar projetos da própria comunidade. Com a bandeira Cabal, ele deve ser aceito nacionalmente em boa parte das máquinas de cartão.

Cartão de crédito da favela Paraisópolis

Cartão deve incentivar consumo local e promover a inclusão financeira dos moradores. Foto: Divulgação

Vantagens a toda a favela de Paraisópolis

O cartão Nova Paraisópolis oferece vantagens, sendo que o foco de todas elas está no benefício coletivo.

Os moradores vão ter a oportunidade de participar de cursos de educação financeira para aprenderem a utilizar o crédito de maneira consciente, sem prejudicar o orçamento familiar. Por outro lado, uma porcentagem do valor utilizado nas compras dentro da comunidade será revertido aos seus projetos sociais.

Dessa maneira, a expectativa é que o protagonismo dos moradores seja fortalecido e própria realidade da favela de Paraisópolis transformada. Os comerciantes da comunidade também devem ser beneficiados, uma vez que o consumo local passa a ser estimulado através dos descontos oferecidos aos clientes.

Para Gilson Rodrigues, presidente da UMCP, mais do que um mero meio de pagamento, o Cartão Nova Paraisópolis funciona como uma ferramenta do desenvolvimento local, que possibilita que moradores, empresários, lideranças e projetos sociais atuem em rede para a transformação do espaço em que vivem.

Como funciona

Para receber o cartão, os moradores da favela de Paraisópolis precisam se inscrever e passar por análise de crédito. Taxas e formas de pagamento ainda não foram definidas, segundo a Mais Fácil.

A administradora espera ter de 5 mil a 10 mil adesões em Paraisópolis até outubro do ano que vem. De acordo com a Mais Fácil, se a iniciativa funcionar bem na comunidade, ele pode ser levada para outros bairros de baixa renda pelo Brasil.

Você vai se interessar por:

Economize no transporte com o Bilhete Único Mensal em São Paulo

Passeie por 7 regiões de São Paulo gastando bem pouco

Nota Fiscal Paulista: veja como aderir em 6 passos

Favela de Paraisópolis tem até site

A favela de Paraisópolis se destaca não apenas pelo seu tamanho, por ser palco da novela das 19h na Rede Globo ou em razão do pioneirismo no cartão de crédito. A comunidade conta até mesmo com um site, o paraisopolis.org, que traz desde dados históricos a notícias e curiosidades.

Com uma população estimada entre 80 e 100 mil habitantes, segundo o próprio site, Paraisópolis está localizada na região do Morumbi, um dos bairros mais nobres da capital paulista. Diversos projetos de inclusão social, especialmente artísticos, levam o nome da comunidade de forma positiva para todo o país.

 

Gostou de conhecer o cartão da favela de Paraisópolis? Deixe seu comentário!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria