Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Fatura digital é alternativa sustentável para pagar as suas contas

A- A+

Água, luz, telefone, cartão de crédito e por aí vai. No início de cada mês, o que não falta são novos boletos na caixa de correspondência. Mas essa é uma realidade que pode estar prestes a ser alterada com a fatura digital. E não são poucas as empresas que já aderiram à modalidade.

Entre os consumidores mais desconfiados com a tecnologia, a solução ainda rende dúvidas e um certo pé atrás. Para não ter dúvidas, confira as vantagens que o modelo oferece e que cuidados ele exige.

Mulher usando o computador para pagar a fatura digital.

No formato digital, cliente pode receber por e-mail a fatura para pagamento. Foto: iStock, Getty Images

Como funciona a fatura digital

Igual ao modelo de boleto que você recebe normalmente em sua casa, a fatura digital tem como única diferença, pelo menos fisicamente, o fato de não estar impressa em papel. De resto, todos os dados aparecem da mesma forma.

Na maioria dos casos, ela é enviada para o e-mail que o usuário cadastrou junto à empresa. Em outros, também pode ser acessada pelo sistema online da marca, seja a partir da criação de um login ou apenas inserindo um número exclusivo do cliente.

Com a fatura em mãos, ou melhor, na tela do computador, você conta com duas opções principais de pagamento: quitar o boleto pelo internet banking ou aplicativo do seu banco, sem sair de casa, ou anotar o número do código de barras e ir até um caixa eletrônico.

A mudança, cada vez mais incentivada, tem como principal motivo o lado ambiental e busca tornar mais sustentável a relação entre as empresas e os seus clientes. Além disso, permite que você economize espaço na prateleira e organize todas as faturas em uma pasta no computador.

Outro benefício é a independência em relação a serviços de entrega. Durante uma greve dos Correios, por exemplo, não há risco de que você deixe de pagar a conta apenas porque ela não chegou até a sua casa.

Fatura digital não pode ser forçada

Ainda que a adoção do modelo digital para receber as suas contas reúna boas vantagens, o consumidor precisa ser consultado para que a mudança ocorra.

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, a decisão unilateral, por parte da empresa, de mudar uma cláusula do contrato de assinatura ou oferecimento de um serviço pode ser considerada abusiva e deve ser proibida.

Caso a alteração aconteça sem o seu consentimento, a primeira dica é entrar em contato com a empresa e solicitar que a fatura digital seja substituída, retornando ao modelo tradicional. Quando o pedido não for acatado, o próximo passo é ir até os órgãos de defesa do consumidor, como o Procon, e fazer uma reclamação.

Você vai se interessar por:

Conheça os Cartões Vivo

Quer comprar com tranquilidade? Com os Cartões de Crédito Vivo, você pode parcelar em até 12 vezes sem juros nas lojas Vivo e somar pontos no programa de recompensas Vivo Valoriza.

Oferecidos em parceria com o Itaú e o Santander, eles também dão bônus e pontos para você falar mais em ligações para telefone fixo ou de longa distância, enviar SMS e acessar a internet, além de descontos em cinema e muitas outras vantagens.

> Cartões de Crédito Vivo: Conheça as vantagens

Você já utiliza a fatura digital para seus pagamentos? Deixe seu comentário.

emprestimo urgente para negativado
melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet