Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Falta de disciplina financeira fomenta dívidas e atrasa sonhos

A- A+

Se você é daqueles que estabelece metas e planos de gastos no início do mês, mas raramente consegue cumpri-los quando o período acaba, talvez a falta de disciplina financeira seja um fator presente na sua vida.

Mais do que ser um atalho para a inadimplência, essa indisciplina causa uma série de consequências e pode ter base em uma desorganização que se espalha para outras áreas da vida.

Identifique a falta de disciplina

O SPC Brasil realizou uma pesquisa, divulgada neste ano, para traçar o perfil e os hábitos dos brasileiros economicamente ativos. O estudo avaliou pessoas de todas as classes sociais e aponta que 69% delas sofrem com a falta de disciplina e sentem dificuldades para controlar os gastos e os investimentos realizados mensalmente.

No mesmo sentido, 64% dos entrevistados não consideram que a organização das finanças seja prioridade. Para a educadora financeira Karen Calixto, da DSOP, a ausência de um hábito de planejamento é fator fundamental para a indisciplina ao realizar gastos e pagar as contas.

A falta de disciplina financeira influencia suas contas.

Manter as contas organizadas costuma ser um desafio para o consumidor brasileiro. Foto: Shutterstock

Ela entende, contudo, que o descontrole não é o único fator que caracteriza esse comportamento nocivo ao bolso. A falta de comprometimento com o que foi planejado também leva à não concretização de metas pessoais.

Segundo Karen, a falta de disciplina pode ser identificada quando, ao traçar um diagnóstico da sua realidade financeira, decidir os seus sonhos, orçar e planejar estratégias, você percebe que não consegue seguir à risca as ideias delineadas para cada etapa.

Para ela, o primeiro e principal acordo de qualquer projeto pessoal é feito consigo mesmo e não com terceiros. “Qualquer decisão financeira que fizermos e não cumprimos é falta de disciplina”, afirma a especialista.

A educadora entende que as principais causas desse comportamento estão fundadas no analfabetismo financeiro e na influência das emoções sobre as questões práticas.

Se você é daqueles que não sabe dizer não para a família e que não controla o emocional diante do consumo, querendo sempre adiantar o sonho, sem antes ter certeza se poderá bancá-lo, é também afetado pela falta de disciplina.

Os impactos da falta de disciplina financeira

Listando as cinco principais consequências da falta de disciplina financeira, Karen estabelece que esse tipo de conduta influencia diretamente em três áreas principais dos relacionamentos: intrapessoal (que você tem consigo mesmo), familiar (considerando que todos os projetos da casa são afetados) e social (com dívidas e o nome sujo, é preciso mudar de rotina).

Conforme ela, as principais decorrências da indisciplina financeira são:

– Descontrole, não apenas financeiro

Endividamento crescente

– Não realização de sonhos

– Confusão: você já não sabe de onde partiu e para onde vai

– Problemas familiares.

Mude seu comportamento financeiro

A correção dos problemas gerados pela conduta indisciplinada só acontece quando você muda a sua forma de agir diante das finanças.

Karen diz que o primeiro passo está na decisão. É no momento em que você opta por fazer tudo diferente daquilo que vinha fazendo até então que a situação começa a mudar efetivamente.

Logo em seguida, é importante que você estabeleça três sonhos, em prazos diferentes. Um em curto prazo (para realização em até um ano), outro em médio prazo (que deve ser posto em prática em até 10 anos) e um terceiro em longo prazo (para ser alcançado após uma década). Isso irá motivá-lo a seguir em frente no controle.

O terceiro momento da reestruturação está na criação de um plano, focado nos sonhos e objetivos da família, organizando as despesas, os investimentos, as dívidas e a renda disponível.

Tudo isso tem como objetivo chegar à última etapa proposta pela educadora: tornar possível poupar. Essa é a parte mais ativa do projeto, na qual você deve guardar uma parte do que ganha para realizar seus sonhos ou evitar um novo endividamento.

Você vai se interessar por:

Veja 5 dicas para manter a sua organização financeira

Planeje um futuro mais tranquilo com a reeducação financeira

Veja dicas de organização financeira para poupar e realizar um sonho

Crédito emergencial ao seu alcance

Se a dificuldade financeira atrapalha até mesmo operações básicas do dia a dia, como a sua comunicação, é possível contar com um serviço que garante o saldo no celular. Com o Vivo Crédito Antecipado Voz você pode solicitar uma recarga emergencial de R$ 3 para falar e enviar SMS para todo o Brasil. O valor é descontado automaticamente da sua próxima recarga ou da fatura da sua conta Controle.

> Crédito Antecipado de Voz: Garanta R$ 3 de crédito até a próxima recarga do celular pré-pago

Gosta de dicas financeiras? Cadastre-se e receba a nossa newsletter.

tempo é dinheiro?
como fazer um plano financeiro
como economizar na limpeza
melhor lugar para trabalhar
comprar alimentos no atacado
promoções em supermercados