Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Faça as contas e descubra se o almoço em casa não sai mais barato

A- A+

Em época de crise, com inflação em alta e poder de compra diminuindo, é preciso fazer certos malabarismos financeiros para que gastos essenciais se encaixem no orçamento disponível. Como a alimentação é imprescindível, o almoço em casa pode ser uma opção mais econômica do que recorrer a restaurantes.

Almoço em casa ou no restaurante?

Comer fora pode ser bem mais prático para quem trabalha fora, mas o peso no bolso não pode ser desconsiderado. Pesquisa da Associação das Empresas de Refeição e Alimentação Convênio para o Trabalhador (Assert) identificou que o preço médio da refeição completa no país (incluindo prato, bebida, sobremesa e café) é de R$ 27,36.

Almoço em casa pode ser uma opção mais econômica.

É possível reduzir os gastos mensais em até 50% com o almoço em casa. Foto: iStock, Getty Images

Já a refeição mínima – prato comercial e frutas – ficou em R$ 19,62 na média nacional. Como os valores variam conforme a região, é importante que você conheça a realidade dos restaurantes locais e faça as contas para comparar com os valores investidos em um almoço em casa.

Nessa conta, considere que, ao multiplicar o preço da refeição completa por 23 (média de dias úteis em que se almoça fora), há um gasto de R$ 629,28. Já na refeição mínima de R$ 19,62, o custo seria de R$ 451,62.

E é preciso considerar na sua conta ainda as demais despesas com alimentação, como o café da manhã, o jantar, o lanche da tarde (porque não se vive com apenas uma refeição diária), a pizza do final de semana e o happy hour.

Mesmo sem um valor específico para o gasto do almoço em casa, não se surpreenda se, apesar da alta de preços nos supermercados, você perceber que é possível reduzir as despesas em até 50% dessa forma. Tudo irá depender, claro, do padrão de restaurante que você frequenta.

Você vai se interessar por:

Como comer bem fora de casa pagando menos

Legumes do inverno: economize com produtos da estação

Como evitar desperdício de alimentos e por que seu bolso agradece

Vantagens do almoço em casa

Fazer o almoço em casa, ou mesmo preparar uma marmita para comer no trabalho, pode dar algum trabalho, mas é totalmente possível. Para não ficar muito cansativo, depende apenas de organização. É preciso tirar um dia para fazer as compras da semana – elaborar um cardápio ajuda – e outra para deixar algumas comidas prontas.

Além de mais barato, fazer sua própria refeição traz um ganho em qualidade de vida, pois você conhece a procedência e a higiene no preparo dos alimentos.

Se quiser acrescentar um pouco de estilo, irá sobrar dinheiro até para comprar uma daquelas bolsas térmicas modernas e coloridas para levar a comida.

Se você realmente não tem alguns minutos para preparar uma refeição, isso não significa que está obrigado a almoçar em restaurante. Não param de crescer as opções de comida caseira por tele-entrega. Geralmente, são baratas e saudáveis.

Invista também nos alimentos da época, pois os preços são mais acessíveis. Outra dica é comprar seus lanches da tarde no supermercado. Aquele salgado ou doce que você compra na lancheria próxima ao escritório representa um gasto mensal importante. Iogurtes, biscoitos e frutas são opções mais em conta.

 

Você tem uma boa dica sobre almoço em casa? Deixe seu comentário.

metas de curto médio e longo prazo
quando vale a pena comprar título de capitalização
como conseguir desconto na compra de livros
exemplos de produtos supérfluos
como pechinchar na internet
como conseguir desconto em faculdade particular