Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Experiências podem valer mais do que gastos com bens materiais

A- A+

Em função do uso excessivo da tecnologia, muito se tem falado sobre a importância das experiências pessoais em comparação ao acúmulo de bens materiais. Substituir vivências virtuais por outras reais tem sido uma recomendação constante – inclusive no campo científico.

Bens materiais x experiências de vida

Uma pesquisa realizada na Cornell University, nos Estados Unidos, conseguiu comprovar a teoria. O professor Thomas Gilovitch conduziu um estudo durante 20 anos, no qual todos os participantes desenvolveram características similares em relação tanto aos bens materiais quanto às experiências.

Entre alguns fatos comprovados, o consumo de objetos evidenciou que à medida que as pessoas se acostumam a adquirir itens novos, elas também se cansam facilmente. Além disso, aumentam suas expectativas para as próximas aquisições, gastando sempre mais e enjoando mais rápido.

Mulher desapega de bens materiais

Investir em vivências pessoais, como uma viagem, pode trazer mais felicidade. Foto: iStock, Getty Images

Já no caso das experiências, ficou claro que elas trazem resultados diferentes em relação ao comportamento humano. Uma das características é que a competitividade fica diluída, uma vez que as comparações perdem a importância – afinal, as experiências são únicas, não é mesmo?

Além disso, ficou evidente que as experiências (como viagens, por exemplo) contribuem para a formação da personalidade e estão desconectadas de preço.

Ao mesmo tempo, a sua espera gera uma ansiedade positiva. Já a espera por um produto, em contraponto, pode desencadear um sentimento de raiva.

Você vai se interessar por:

Privilegie as experiências construtivas

Você é adepto da teoria de que mais vale investir em boas experiências do que gastar com bens materiais? Então, confira quatro dicas para levar essa estratégia do campo teórico ao prático.

Viagens

Não há dúvida de que uma viagem – seja a dos sonhos ou mais uma da sua lista – traz uma contribuição enorme para sua formação humana. Conhecer novas culturas, costumes, comidas e outros estilos de vida pode lhe acrescentar muito em todos os aspectos.

Isso sem falar na felicidade de descobrir lugares que, em alguns casos, você só via nos filmes e livros de história.

Hobbies

Todo mundo tem um sonho que acaba deixando para depois por não ser urgente. Aprender a cantar, a tocar um instrumento musical, a pintar, dançar. Enfim, são inúmeros hobbies que estão à nossa disposição, mas quase nunca entram nas nossas prioridades. Que tal investir em um deles e aprender algo novo ainda neste ano?

Projeto

Sabe aquele projeto de vida que você está guardando para colocar em prática “um dia”? Pode ser aquele livro que quer escrever ou aquela ideia que você tem para ajudar uma causa (crianças carentes, animais domésticos). Enfim, que tal marcar a data e começar a sua jornada logo?

Superação

Você tem medo de viajar de avião? Precisa melhorar sua performance ao falar em público? Desafiar suas dificuldades e buscar a superação é uma experiência e tanto. Apostar no aperfeiçoamento nas áreas mais complexas traz uma sensação indescritível.

 

E para você, mais vale gastar com bens materiais ou viver novas experiências? Deixe seu comentário!

melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet
como entender a fatura do cartão de crédito