Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Exame para detectar zika vírus não é coberto por planos de saúde

A- A+

O assunto de saúde que mais tem dominado o noticiário – e preocupado a população brasileira – finalmente conta com um teste para verificação e diagnóstico. Essa é a boa notícia. A ruim? O exame para detectar zika vírus ainda não entrou no rol de cobertura dos planos de saúde.

Custo do exame para detectar zika vírus

Na rede pública, são pelo menos 16 laboratórios nacionais referenciados para a realização do exame para detectar zika vírus. Segundo o Ministério da Saúde, a técnica diagnóstica utilizada é a PCR (Biologia Molecular).

Preferencialmente, o teste deve ser feito nos primeiros cinco dias de manifestação de sintomas. Conforme o Protocolo de Vigilância e Resposta à Ocorrência de Microcefalia relacionada à Infecção pelo Zika, é coletada uma amostra de sangue, cordão umbilical ou líquor do bebê com microcefalia.

Exame para detectar zika vírus

Teste PCR que detecta o zika custa em torno de R$ 1,6 mil na rede privada. Foto: iStock, Getty Images

Na rede privada, a justificativa para o exame para detectar zika vírus não ser coberto por convênios médicos é que ele ainda não está plenamente disponível no país. O teste genético do tipo PCR foi autorizado para comercialização somente em fevereiro.

A isso, soma-se o fato de que o pequeno prazo para sua realização poderia tornar o teste pouco usual, já que em 80% dos casos não há sintomas, apesar da infecção.

Além do incômodo causado pela doença, outro problema do zika vírus está no preço do exame. Na rede particular, o exame custa em torno de R$ 1,6 mil.

ANS estuda mudanças

No fim de fevereiro, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) anunciou a criação de um grupo técnico específico para debater a incorporação do exame para detectar zika vírus no chamado Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde.

A agência também publicou em seu site uma página específica para divulgar informações sobre prevenção e combate ao Aedes Aegypti e às doenças transmitidas pelo mosquito, incluindo ações executadas pelas operadoras de planos de saúde para o enfrentamento do problema.

O que é o zika vírus

Trata-se de um vírus do gênero Flavivirus. Ele é transmitido aos seres humanos pela picada do mosquito Aedes Aegypti. Os sintomas do vírus geralmente estão associados à febre intermitente, coceiras, erupções na pele e dores musculares.

Estes são sinais que se manifestam em qualquer uma das três doenças transmitidas por ele, incluindo a dengue e a febre chikungunya.

A zika costuma desaparecer de forma involuntária dentro de três a sete dias. Já a dengue, por exemplo, tem sintomas mais agudos e consequências mais danosas. Ela pode ser originada também por outros tipos de vírus.

A chikungunya, por sua vez, é caracterizada por dores intensas nas articulações. Embora os sintomas sejam mais fortes nos primeiros 10 a 15 dias, as dores podem permanecer por meses ou anos.

A ligação do vírus com a microcefalia tem sido causa de preocupação constante dos médicos, sobretudo quanto aos cuidados de gestantes expostas ao vírus.

 

O que achou do custo do exame para detectar zika vírus? Deixe um comentário e compartilhe o conteúdo!

Como ter uma boa qualidade de vida
Conversando sobre direitos do consumidor do plano de saúde
Pacientes com mais de 60 anos têm direito a acompanhante em caso de internação. Foto: iStock, Getty Images
Registro do plano na ANS
Debatendo contrato de plano de saúde
Serviço disponível no cartão digital do sus