Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Como investir em títulos da dívida do governo

A- A+

Você conhece o Tesouro Direto? Para quem quer investir, essa é uma possibilidade de fácil acesso. Concebido em 2002, o programa oferece aplicações a partir de R$30. Elas podem ser de curto, médio ou longo prazo.

“Você deve estar acostumado com a poupança ou o CDB, em que empresta dinheiro para um banco e recebe juros por isso. Com títulos do Tesouro, você empresta dinheiro diretamente ao governo e, como no CDB ou na poupança, recebe o valor corrigido depois”, explica o assessor financeiro do EuQueroInvestir.com, Juliano Custodio.

Ao investir no Tesouro Direto, é você quem define prazos e indexadores dos títulos públicos que deseja adquirir. De acordo com as informações disponíveis no site do Tesouro, o investidor também pode agendar as aplicações com antecedência e regularidade, tornando essa uma ótima opção para quem quer alta rentabilidade, segurança e liquidez.

Faça os cálculos e verifique se investir em títulos do Tesouro Direto atende suas expectativas financeiras. Foto: iStock, Getty Images

Faça os cálculos e verifique se investir em títulos do Tesouro Direto atende suas expectativas financeiras. Foto: iStock, Getty Images

Em que tipo de título devo investir?

Os títulos públicos, conforme explicação do site do Tesouro Direto, são ativos de renda fixa Diferente do que ocorre com as ações, que possui ativos de renda variável, o rendimento é dimensionado na hora de investir. Por conta disso, o risco é considerado menor.

Para realizar o investimento, é preciso escolher aqueles títulos cujas características sejam compatíveis com o seu perfil de investidor, que leva em conta uma série de fatores, entre eles o objetivo do investimento. De acordo com Custodio, existem basicamente três tipos de títulos para se investir:

– Pós-fixados, como o LFT, que são excelentes para substituir a poupança

– Prefixados, como o LTN, excelentes para planejamento de compras a médio prazo

– Prefixado + inflação, como o NTN-B, indicados para quem quer planejar uma aposentadoria ou trocar o seu plano de previdência

Se você investir em títulos da dívida, o Tesouro Nacional garante que você receberá os rendimentos da aplicação até o vencimento do papel, isto é, a data predeterminada para o resgate dos mesmos. Sempre que você precisar, é possível revender os seus títulos ao governo, pelo valor de mercado.

Vale a pena investir no Tesouro Direto?

 Ainda segundo informações do site do Tesouro, o rendimento da aplicação em títulos públicos é muito competitivo quando comparado a outras aplicações financeiras de renda fixa. As taxas de administração e de custódia são baixas e o Imposto de Renda só é cobrado no momento da venda, pagamento de cupom de juros ou vencimento do título.

Para o assessor financeiro Juliano Custodio, isso faz com que o Tesouro Direto seja uma alternativa excelente para trocar investimentos da poupança e da previdência, por exemplo. “Para você ter uma ideia, os planos de previdência mais comuns compram NTN-Bs e cobram cerca de 2% a 4% ao ano por um serviço que você mesmo pode fazer, custando entre 0,4% e 0,8% ao ano”, garante.

Cartões de crédito com benefícios

Quer mais praticidade e segurança na hora de guardar o seu dinheiro para investir? Então conheça os Cartões de Crédito Vivo. Com os cartões Vivo Santander e Vivo Itaucard 2.0, você tem diversas vantagens, como alerta SMS, bônus na recarga de celular, pontos no Vivo Valoriza, descontos nos ingressos de cinema e parcelamento em até 12 x sem juros nas Lojas Vivo.
> Cartões de Crédito Vivo: Conheça as vantagens
Empréstimo ou financiamento
investir em imóvel na planta vale a pena
vale a pena investir na decoração de uma casa para alugar
vale a pena ter seguro de vida
melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito