Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Entenda a relação entre custo e preço de venda no seu negócio

A- A+

Para o administrador competente e experiente, a relação entre custo e preço de venda não apresenta nenhum mistério, e há sempre a certeza de que os produtos ou serviços estão sendo vendidos pelo valor certo. Mas o empreendedor de primeira viagem, por sua vez, frequentemente define o preço de venda apenas na intuição, sem embasamento nos números.

Quem faz isso normalmente leva em conta somente o que cobra a concorrência e o que os clientes estão acostumados a pagar. O correto seria começar a definição do preço de venda a partir dos custos e despesas. Caso contrário, a margem de lucro e quem sabe até o caixa da empresa poderão ser comprometidos.

Calculando custo e preço de venda

Custos e despesas da empresa devem ser transferidos para o preço do produto. Foto: iStock, Getty Images

Custo e preço de venda

A relação entre custo e preço de venda é simples: o primeiro elemento faz parte do segundo, ou seja, não deve ser nunca igual ou maior a ele. O preço de um produto ou serviço nada mais é do que o custo para produzi-lo, mais as despesas administrativas proporcionais e mais a margem de lucro do empresário. Vamos entender melhor:

  • Custos: é o que custou a você produzir o que está sendo vendido. Pode ser referente à  matéria-prima ou então à compra do produto, caso a empresa apenas revenda. Entram nesse número outros gastos referente aos produto. Por exemplo, se você pagou uma taxa de entrega para comprá-lo, ela deve entrar na conta.
  • Despesas fixas: são referentes a gastos com a administração e manutenção das operações da empresa, como aluguel, salário de funcionários administrativos, segurança, limpeza, etc. Ou seja, gastos que não estão diretamente ligados com a produção.
  • Despesas variáveis: são os impostos, as comissões a vendedores e outros gastos que aumentam conforme a produção é maior.
  • Margem de lucro: é qual a porcentagem do preço final que o empresário tirará para si, o lucro líquido de uma venda.

O preço de venda é, portanto, calculado considerando esses quatro itens. Enquanto o primeiro é um valor em reais, os outros três são percentuais. Para entender melhor e aprender a fazer o cálculo, você pode entender o que é markup e como aplicar o método.

Diminuindo o custo e o preço

Agora que você já sabe qual a relação entre custo e preço de venda, como pode fazer para cobrar menos e ver o seu produto ou serviço competindo em igualdade com a concorrência? Afinal, sabe-se que, além de ter um produto e atendimento de qualidade e procurar maneiras de fidelizar o cliente, ter um preço competitivo é fundamental para o sucesso.

O que acontece é que muitos empresários cometem o grande erro de baixar o preço de venda cortando a margem de lucro. Assim, desperdiçam o grande potencial financeiro que sua empresa tem. Depois de tanto esforço para entrar em operação e se estabelecer no mercado, por que abdicar de um lucro atrativo?

Priorize, portanto, cortes nas outras partes formadoras do preço de venda. Não há outra maneira de fazer isso se não com uma gestão mais eficiente e cortar custos.

Você vai se interessar por:

Esse artigo lhe fez lembrar de alguém? Compartilhe!

como montar uma empresa de cromagem
como lucrar vendendo bolo no pote
como lucrar na crise
lado bom da crise
índice de confiança do empresário do comércio
como abrir uma microcervejaria