Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Entenda qual é o momento de contratar um planejador financeiro pessoal

A- A+

Contratar um planejador financeiro pessoal talvez não seja algo tão inacessível. O termo pode soar mais apropriado a milionários que tenham muitas fontes de investimento, mas o cliente comum também pode – e talvez precise, em muitos casos – de uma assessoria especializada.

O que faz um planejador financeiro

Conforme o Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros (IBCPF), o planejador financeiro possui uma visão estratégica, com conhecimentos de administração de investimentos, gerenciamento de riscos, previdência complementar, seguros, planejamento financeiro, fiscal e sucessório.

Na prática, trata-se de um profissional que pode trabalhar como autônomo ou como empregado de uma empresa, para ajudar o cliente a direcionar sua vida financeira. Isso não significa que é preciso ter muito dinheiro para investir.

Planejador financeiro

Profissional possui visão ampla sobre orçamento pessoal e familiar. Foto: iStock, Getty Images

Para o cliente comum, esse profissional ajudará a fazer ajustes no orçamento doméstico (sabe quando você não consegue juntar aquele dinheiro que tanto precisa?). Além disso, ele pode ainda sugerir ações mais direcionadas às suas necessidades, como a quitação de empréstimos ou aplicação em produtos financeiros.

Quando contratar um planejador financeiro

No caso dos profissionais autônomos, o mais interessante para o cliente é que o fato de não estar atrelado a uma empresa dá mais autonomia e imparcialidade ao trabalho. Em outras palavras, ele não vai sugerir apenas os produtos que vende, mas aqueles que forem ideais para cada caso.

Embora um planejador financeiro possua uma formação bastante abrangente, há profissionais que trabalham de maneira segmentada. O atendimento especializado a empresas de pequeno porte ou a famílias com integrantes portadores de necessidades especiais, por exemplo, vem crescendo muito.

O ideal é que você mesmo faça uma reflexão sobre as suas necessidades financeiras e busque referências em entidades especializadas. Seu objetivo é comprar uma casa? Planejar o segundo filho? Fazer um curso no exterior?

É preciso também ter seus objetivos claros para que o profissional tenha subsídios para trabalhar de maneira a dar os melhores resultados. Mas é importante ter consciência de que o resultado está muito atrelado ao seu empenho.

Afinal, o planejador financeiro faz o raio-X da sua situação e recomenda as ações e estratégias que podem trazer o melhor retorno. Mas é o cliente que vai fazer o dever de casa para alcançar seus objetivos dentro do tempo pretendido.

No Brasil, a profissão ainda é nova. Um de seus mitos ainda é em relação a preço e formas de pagamento, mas os especialistas garantem que é possível chegar a termos acessíveis na negociação entre profissional e cliente.

A expectativa do IBCPF é de um rápido crescimento, a exemplo do que ocorreu com os Estados Unidos, que hoje conta com 60 mil profissionais certificados. A maior vantagem do planejador financeiro, conforme o instituto, é uma visão ampla na área de planejamento pessoal.

Você vai se interessar por:

Seu nome protegido

Você já conhece o Vivo Alerta CPF? Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado. Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

E aí, gostou das dicas sobre a contratação de um planejador financeiro? Compartilhe!

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças