Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Entenda para que serve e como fazer uma pesquisa de mercado

A- A+

Para quem pretende abrir – ou mesmo expandir – um negócio, uma boa pesquisa de mercado é fundamental. Afinal, não basta conhecer seu produto. É preciso identificar seus concorrentes, clientes, necessidades e poder de compra.

Pesquisa de mercado ajuda a conhecer as necessidade do público-alvo.

Conhecer o público-alvo e os concorrentes é fundamental para o sucesso do seu empreendimento. Foto: iStock Getty Images.

Conforme orientação do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), uma pesquisa de mercado serve, principalmente, para orientar decisões. Ela é, antes de mais nada, um instrumento para identificar problemas e oportunidades e, consequentemente, indicar os caminhos mais seguros a seguir.

O que esperar da pesquisa de mercado

Os empreendedores que fazem pesquisa de mercado têm alguns objetivos distintos. Em primeiro lugar, vem o perfil do cliente: qual a renda, a idade, os hábitos de consumo, a escolaridade e mesmo a necessidade de comprar o seu produto.

Em segundo lugar, a partir da dados econômicos, obtidos externamente, é possível analisar o custo de produção para avaliar se vale a pena fazer o que deseja ou se é mais vantajoso terceirizar, por exemplo.

Em terceiro lugar, a pesquisa deve avaliar a situação dos concorrentes, principalmente os pontos fortes e fracos. A partir daí, você já terá informação suficiente para traçar a sua estratégia de abertura ou expansão,

Passo a passo da pesquisa de mercado

1 – Projeto

Antes de iniciar a pesquisa, é necessário ter clareza sobre o produto ou serviço que você pretende lançar no mercado. É preciso definir quem será o público-alvo, a renda média, a faixa etária e a necessidade (ou desejo) de consumo. É essencial desenvolver um protótipo, com cores e logomarca definida, para dar mais subsídio aos entrevistados.

2 – Roteiro de perguntas

Aqui é interessante perguntar tudo o que diz respeito ao produto: quanto estaria disposto a pagar (sugira as faixas de preço), quantos itens compraria por mês ou por ano, se está entre os desejos de consumo ou não. Enfim, é preciso obter o máximo de informações sobre o seu público.

3 – Aplicação da pesquisa

Hoje em dia, há inúmeros métodos de pesquisa disponibilizados na internet. São modelos de formulário que podem ser enviados por e-mail ou até nas redes sociais, e que após respondidos já trazem os indicadores da pesquisa – alguns têm até gráficos. Contratar um profissional especializado também é válido.

4 – Informações econômicas

Além das respostas de seus potenciais clientes, é necessário buscar informações econômicas sobre o setor onde você pretende investir. Pesquisas realizadas por entidades governamentais ou privadas são sempre bem-vindas. Além de institutos de pesquisa, como o IBGE, associações comerciais e industriais, centros tecnológicos, jornais e revistas especializadas também produzem bons indicadores.

5 – Análise mercadológica

É importante fazer uma análise ampla de mercado, com informações completas de seus clientes, tais como idade, sexo, renda, ocupação, grupo étnico, grau de instrução, país ou região, clima, extrovertido ou introvertido, independente ou dependente, socialmente consciente ou egocêntrico, entre outros dados.

Também é fundamental saber quais os benefícios procurados, a taxa de uso do produto, a frequência de uso e de compra. Lembre-se de avaliar ainda a logística de vendas (ponto fixo, frente ou tele-entrega) para definir como lançar seu produto no mercado.

Você vai se interessar por:

E aí, tirou suas dúvidas sobre pesquisa de mercado? Compartilhe!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
Unrecognizable buying organic rice in store, blank label
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria