Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

CDB e RDB? Entenda o que são depósitos a prazo

A- A+

A poupança é, por larga margem, o investimento mais conhecido do público brasileiro. O seu funcionamento simples e isenção de impostos sobre o lucro obtido fazem da opção a primeira lembrança dos clientes bancários. Mas se você conta no banco com um valor sobrando, sem perspectiva de uso, já deve ter sido sondado pelo seu gerente para investimentos em outras aplicações. Os chamados depósitos a prazo, que têm no CDB e no RDB as opções mais tradicionais, são investimentos que devem ser levados em conta para um rendimento maior.

Os depósitos a prazo são uma espécie de empréstimo que o cliente faz ao banco em que tem aplicações. Para o consumidor funciona da seguinte maneira: ele deposita um valor e é preciso aguardar um tempo para poder retirar, com a devida remuneração. Apesar de essa explicação ser similar ao funcionamento da poupança, nos depósitos a prazo o cliente fixa períodos em que não pode movimentar o dinheiro. Quanto maior o tempo sem movimentação, maior o rendimento. Esse é o principal atrativo na comparação com a poupança, que oferece sempre o mesmo rendimento, independente do tempo que o cliente permanecer com o dinheiro no banco.

seudinheiro-Depositos-a-prazo

Os depósitos a prazo são uma espécie de empréstimo. Foto: iStock, Getty Images

Mesmo com a necessidade de declarar no Imposto de Renda os rendimentos dos valores investidos nos depósitos a prazo, o que não é preciso na poupança, a remuneração ainda é mais vantajosa nesses investimentos devido às maiores taxas oferecidas pelos bancos.

Depósito a prazo: o CDB e RDB

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) e o Recibo de Depósito Bancário (RDB) são as mais conhecidas aplicações de depósito a prazo. Podem emitir CDB os bancos comerciais, múltiplos, de investimento, de desenvolvimento e a Caixa Econômica Federal. Já o RDB podem ser emitidos ainda pelas sociedades de crédito, financiamento e as cooperativas de crédito a seus associados.

Você vai se interessar por:
Entenda se renda fixa é uma boa opção de investimento para 2015
Renda variável x renda fixa: veja prós e contras de cada investimento
Veja 4 opções de investimento de baixo risco

A principal diferença entre eles é que o CDB pode ser negociado por meio de transferência. O RDB é inegociável e intransferível. Em outras palavras: como o RDB é um recibo, o cliente pode, no máximo, desistir da aplicação. Com isso, recebe o dinheiro de volta sem rendimento. Como o CDB pode ser transferido, o cliente pode vender a outra pessoa.

O resgate dos valores investidos em CDB ou RDB pode ser feito a qualquer momento, desde que já se tenha passado o prazo mínimo da aplicação, que varia de um dia a 12 meses, dependendo do tipo de rentabilidade escolhida. Se isso acontecer antes, como foi dito, não haverá rendimentos para o cliente.

Gostou das dicas de depósitos a prazo? Deixe seu comentário.

como economizar na limpeza
levar dinheiro na viagem
Recessão econômica.
Como tirar manchas de mofo e bolor da parede
Consulta à restituição do Imposto de Renda 2016
Emitindo o comprovante de inscrição do CPF na Receita Federal