Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Entenda o que mudou nas regras de investimento em LCI

A- A+

LCI é uma Letra de Crédito Imobiliário, um tipo de título de renda fixa lastreado em créditos imobiliários garantidos por hipotecas ou por alienação fiduciária de um imóvel. Em outras palavras, ao comprar um desses títulos, o investidor está comprando o “pedaço” de um empréstimo imobiliário.

As LCIs são um tipo de investimento de baixo risco que atrai investidores mais conservadores que não cogitam ter perdas financeiras. Os tomadores desses títulos têm direito de crédito pelo valor nominal, juros e atualização monetária.

Uma das vantagens do investimento é que, em caso de pessoa física, ele é isento de tributação pelo Imposto de Renda. Elas ainda possuem maior rentabilidade do que a caderneta de poupança, mas possuem uma menor liquidez.

investimento-em-lci

Os recursos aplicados em LCIs são direcionados para financiamentos habitacionais. Foto: iStock, by Getty Images

De modo geral, apesar de atrativas, elas são mais indicadas para grandes investidores, já que um valor mínimo de investimento é exigido. Na Caixa Econômica, por exemplo, a aplicação mínima é de R$ 30 mil. Em algumas instituições, é possível, no entanto, começar a investir a partir de R$ 5 mil.

O maior risco de investimento em LCI é a instituição que a emite quebrar. Ainda assim, o FGC (Fundo Garantidor de Crédito) garante o recebimento do investimento até o limite de R$ 250 mil. Em caso de investimentos maiores, é indicado que o investidor distribua os investimentos em vários títulos de instituições diferentes.

Investimento em LCI garante financiamentos habitacionais

Bancos comerciais e múltiplos, a Caixa Econômica Federal e outras instituições financeiras, como corretoras, são autorizados a realizar operações de crédito imobiliário e emitir LCIs.

Estas instituições utilizam parte de suas carteiras de créditos imobiliários como lastro para uma aplicação financeira que pode ser oferecida a seus clientes. Dessa forma, os recursos aplicados em LCIs são direcionados para financiamentos habitacionais.

Você vai gostar de:
Entenda se renda fixa é uma boa opção de investimento para 2015
Onde investir: aluguel e poupança são opções à renda fixa

Investimento em LCI: pré ou pós-fixado

Os investimentos em LCIs podem ter rentabilidade pré ou pós-fixada, ou seja, o investidor pode saber exatamente quanto vai receber durante o tempo de aplicação ou então terá um retorno que flutuará de acordo com as taxas de juros praticadas no mercado.

No caso de LCIs prefixadas, o investidor fica sabendo no momento da aplicação qual será seu rendimento. As letras de crédito pós-fixadas dependem da oscilação do CDI (Certificado de Depósito Interbancário) no período de investimento negociado com a instituição que está emitindo o título.

Novas regras das LCI

As regras para investimento em LCI passaram recentemente por mudanças. Uma medida aprovada pela Comissão Monetária Nacional (CMN), do Banco Central, fixou novos prazos mínimos de vencimento e resgate das LCI.

Antes, os prazos de vencimento e resgate de investimento em LCI eram de 60 dias. Com a nova regra, os prazos mínimos passam a ser de 90 dias. Mas existem LCIs com prazos bem maiores, chegando até a 4 anos.

Dessa forma, o investidor precisa estar atento aos prazos do investimento, aplicando em LCIs com data de vencimento adequada a seus objetivos. Se a ideia é comprar um carro novo ou fazer uma viagem daqui a um ano, o investidor deve escolher uma LCI com prazo de 12 meses.

Depois do prazo de carência, o investimento em LCI passa a ter liquidez diária, permitindo, inclusive, a realização de resgates parciais, desde que respeitando os limites de saldo mínimo estabelecidos pelas instituições.

Gostou das dicas para investimento em LCI? Compartilhe!

melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
juros cobrados no cartão de crédito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet