Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Entenda o que muda com a alteração de porcentagem de etanol na gasolina

A- A+

Em março deste ano, a porcentagem do etanol na gasolina subiu de 25% para 27%. Com a alteração, muitos motoristas ficam em dúvida quanto à melhor forma de abastecer e a mais indicada para o seu veículo.

Quem possui o chamado carro flex, movido a etanol e gasolina, pode comparar preços de ambos os combustíveis e fazer a escolha mais adequada para o bolso. Mas para quem não tem, resta a dúvida se é preciso recorrer à chamada gasolina premium, que é mais cara.

Quem tem carro flex pode comparar preços de ambos os combustíveis.

Carros flex não sofrem prejuízo com a mudança, afirmam especialistas. Foto: iStock, Getty Images

Nova porcentagem de etanol na gasolina

Os órgãos competentes, assim como os especialistas no setor automotivo, garantem que os carros flex não serão prejudicados pelo aumento da porcentagem de etanol na gasolina. A mudança é muito pequena para causar algum tipo de prejuízo nos bicombustíveis

Entretanto, a nova composição do combustível não é ideal para os carros mais antigos, movidos exclusivamente a gasolina. O presidente da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva, Edson Orikassa, explica que os carros produzidos antes da década de 1990 podem apresentar alterações em itens feitos em borracha, como as mangueiras de combustível.

Além disso, itens como plásticos e metais também tendem a oxidar com a alta porcentagem de etanol na gasolina. Nos últimos anos, conforme Orikassa, houve uma grande melhoria nesses materiais. Ainda assim, é importante observar que os veículos antigos podem não ter tecnologia suficiente para suportar esse material.

Com a mudança, tanto os carros com carburador quanto os primeiros modelos com injeção eletrônica podem sofrer com o aumento da porcentagem de etanol na gasolina. Também restam dúvidas quanto aos carros importados com motor à gasolina, considerando que o percentual anterior já gerava reclamações.

As mudanças na composição da gasolina deverá atender uma revindicação do setor sucroalcooleiro, que busca alternativas para combater a crise. Conforme o Ministério da Agricultura, há um estoque de 1 bilhão de litros de etanol, que deve ser utilizado até o final de 2015 com a nova porcentagem de etanol na gasolina.

Você vai se interessar por:

Gasolina aditivada é opção para elevar rendimento do carro

Entenda a formação de preço de venda do posto de gasolina

Alta no preço da gasolina tem impacto nas despesas com o veículo

A opção pela gasolina premium

Com a mudança na porcentagem de etanol na gasolina, a opção para quem tem um veículo movido apenas a gasolina é abastecer com o tipo premium, que é também o mais caro do mercado – uma diferença aproximada de R$ 0,70 na comparação com a comum e a aditivada.

Ocorre que a gasolina premium é a única que permanece com 25% de etanol. A manutenção se deu a pedido da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), que solicitou ao governo que deixasse uma alternativa para o abastecimento de carros com motor a gasolina, ao menos enquanto não são finalizados os testes de durabilidade de motor e peças.

A gasolina premium possui maior octanagem e costuma ser a escolha de motores mais potentes, pois só eles experimentam o melhor desempenho gerado pelo combustível.

 

E você, como vê o aumento da porcentagem de etanol na gasolina? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

como lucrar vendendo cachorro quente
como lucrar vendendo bolo no pote
como abrir uma franquia de alimentos
como abrir uma empresa de coleta de entulho
como se relacionar com as pessoas no ambiente de trabalho
como aumentar a produtividade