Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Entenda o que é superávit primário e de que forma isso afeta seu bolso

A- A+

Você sabe o que é superávit primário? Você pode até não saber o que é, mas, com certeza, já ouviu falar sobre essa expressão de fundamental importância para a economia de um país.

O termo está ligado às despesas e receitas de um governo. O conceito sobre o que é superávit primário está relacionado ao resultado positivo de todas as receitas e despesas do governo, excetuando gastos com pagamento de juros.

O que é superávit primário: saldo positivo

De modo geral, quando o governo fecha o ano com superávit primário isso significa que ele conseguiu economizar, ou seja, ele gastou menos do que arrecadou, da mesma forma como acontece com a economia da sua casa. Esse resultado positivo ajuda a definir qual a imagem econômica que o país tem no exterior.

seudinheiro-o-que-e-superavit-primário

O superávit primário está ligado às despesas e receitas de um governo. Foto: iStock, by Getty Images

Mas como é feito esse cálculo entre as despesas e receitas que definem o que é superávit primário? As receitas de um governo são provenientes da arrecadação de impostos e outros ganhos, no caso de privatizações, por exemplos. Já as despesas são referentes aos gastos com funcionários públicos, educação, saúde e previdência, entre outras.

Em linhas gerais, quanto mais um governo investe, menor sua chance de alcançar superávit primário.

O que é superávit primário: como ele afeta a economia

A função do superávit primário é pagar juros da dívida pública, sendo importante para definir quais os níveis de risco do governo dar calote em seus credores ou não. Essa matemática ajuda a incentivar que investidores internacionais invistam na economia do país.

Você vai se interessar por:
Teste: você fala economês?
Saiba como os juros em alta afetam suas contas

Para o mercado financeiro internacional, manter as contas públicas em ordem, ou seja, alcançar um superávit primário, indica que o país tem capacidade de pagar o que deve. Se a sua dívida é confiável, o risco de crédito é menor e, consequentemente, o país se torna um bom destino para capitais internacionais.

Quando o governo paga os juros da dívida pública e ainda sobra dinheiro, temos o superávit nominal. Essa sobra pode ser usada para reduzir a dívida pública; aumentar os investimentos e gastos em áreas primordiais, como educação e saúde; e mesmo reduzir o número de impostos para dar mais competitividade à economia. Isso sem desequilibrar as contas públicas.

O que é superávit primário: o caso brasileiro

No caso do governo brasileiro, existe um déficit histórico entre seu superávit primário em comparação com o Produto Interno Bruto (PIB), que é  soma das riquezas dos País. Quanto menor a dívida de um país em relação ao seu PIB, maior a imagem de bom pagador, o que garante juros mais baixos na hora de se obter novos empréstimos.

O superávit primário do Brasil é baixo, ao mesmo tempo em que os juros que corrigem o valor de sua dívida são altos. O resultado é que o governo não consegue pagar todos os juros, muito menos abater o valor de sua dívida.

Nesse caso, o governo acaba tendo que emitir e vender títulos públicos no mercado, que funcionam como empréstimos. O objetivo é financiar seus gastos que não conseguem ser pagos apenas com a arrecadação insuficiente.

Gostou das dicas de o que é superávit primário? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

É importante entender de finanças bem antes de sair de casa.
melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet