Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Entenda o que é recessão e depressão econômica

A- A+

A cada dia que passa, aumenta a curiosidade sobre o que é recessão e depressão econômica. Afinal de contas, não se fala em outra coisa no Brasil. Por onde passamos, há gente falando que está sem dinheiro por conta da crise.

O que é recessão e depressão econômica

Como saber quando um país está, de fato, em recessão? Conforme os economistas, a recessão é confirmada após a redução do Produto Interno Bruto por dois ou mais trimestres consecutivos. No dia a dia, uma recessão pode ser sentida de diferentes formas, como a redução em vendas no comércio, a baixa da demanda em serviços, o aumento no número de demissões.

Já a depressão econômica, estado em que o Brasil se encontra, é o resultado de um longo período de recessão. Na depressão, verificam-se demissões em massa, baixos níveis de produção e investimentos, falência de empresas, redução do poder de compra e total falta de confiança dos empresários.

Veja o que é recessão e depressão econômica

Poder de compra é reduzido em épocas de recessão econômica. Foto: iStock, Getty Images

Como gerenciar as contas em tempos de recessão

Você já deve ter percebido que os preços, em geral, subiram muito. E que o seu salário já nem sempre é suficiente para as despesas mensais. Mas o que fazer para não entrar no vermelho neste período de crise? Veja algumas dicas.

1 – Organize os números

Se você ainda não tem uma planilha financeira, faça uma. Há inúmeros modelos disponíveis para download na internet. Se não gosta, faça uma de papel. O importante é registrar os gastos.

2 – Faça pesquisa de preços

É fundamental verificar todas as opções antes de fazer uma compra. A pesquisa de preços é uma forma de valorizar seu dinheiro e seu esforço empregado no trabalho. Outra alternativa é fazer compras pela internet, onde os produtos geralmente têm valor reduzido.

3 – Substitua marcas

No supermercado, uma das dicas para gastar menos é substituir marcas. Em muitos casos, você vai se surpreender com a qualidade de marcas menos conhecidas ou que você julgava inferiores. Fazer uma lista também ajuda a manter o foco nos itens necessários.

4 – Repense suas relações de consumo

Nesse período que estamos vivendo, não é hora para comprar uma roupa por ela estar em promoção, por exemplo. A situação pede cautela, comprando apenas o necessário e de forma a evitar ao máximo o desperdício.

5 – Faça uma reserva

Se possível, faça uma reserva financeira, nem que seja de R$ 50 mensais. Uma pequena reserva pode salvá-lo do endividamento quando surgir um imprevisto.

Você vai se interessar por:

Seu nome protegido

Se você convive com dívidas, precisa conhecer o Vivo Alerta CPF. Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

E você, entendeu o que é recessão e depressão econômica? Comente.

O controle financeiro pessoal e o futebol
Casal melhora as finanças pessoais
Comprar tablet
Mulher entende o que é carnê-leão
Comprar smart tv
Unrecognizable buying organic rice in store, blank label