Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Entenda o que é hipoteca e quando ela é opção para adquirir um imóvel

A- A+

Muito se vê houve falar sobre ela nos filmes americanos, mas no Brasil o recurso também existe. Você sabe o que é hipoteca? Essa operação consiste em colocar um imóvel como garantia na hora de solicitar um empréstimo ao banco.

O que é hipoteca

O risco é alto, sim. Mas porque as pessoas recorrem a ela? Um dos maiores motivos de procura pela hipoteca é o fato de viabilizar valores maiores, taxas de juros menores (abaixo da média de mercado) e e um longo tempo para pagar. Isso porque o imóvel é uma excelente garantia de pagamento, reduzindo muito o risco de crédito.

Outra característica é que o dinheiro emprestado pelo banco não precisa ter um fim específico, como ocorre com outras linhas de crédito  – o financiamento imobiliário é um dos maiores exemplos.

Via de regra, os clientes que recorrem à hipoteca precisam de somas mais altas de dinheiro, seja para investir em um novo negócio ou para pagar uma festa, por exemplo.

Quanto à liberação, os bancos fazem suas próprias regras. Alguns limitam a quantia a 50% do valor do imóvel, por exemplo.

Para ter imóvel, é preciso saber o que é hipoteca

Empréstimo de dinheiro onde o imóvel serve como garantia oferece juros menores. Foto: iStock, Getty Images

Quais os riscos da hipoteca

Na realidade, o risco maior é para o tomador de crédito. Afinal de contas, uma casa é sempre um bem de alto valor. Como a inadimplência pode levar à perda do bem, é importante ter bastante equilíbrio financeiro e evitar os riscos de não pagamento.

A dica é que, antes de optar pela hipoteca, o candidato ao crédito faça uma boa pesquisa de mercado. Afinal, ainda que cobrem juros um pouco maiores, os bancos oferecem muitas opções de empréstimo que não colocam seus bens em risco.

Também é importante verificar qual o Custo Efetivo Total (CET) da operação e quem irá arcar com as despesas de cartório. Vale lembrar que essa é uma transação que vai além das dependências bancárias.

Tipos de hipoteca

É importante esclarecer que, embora a lei não permita a penhora de imóveis para o pagamento de dívidas, a hipoteca é totalmente legal. De acordo com a lei 8.009, de 1990, o imóvel pode ser dado como garantia, desde que de forma voluntária. A hipoteca pode ser de três tipos:

Convencional

Nos casos em que o devedor oferece o imóvel como garantia por vontade própria. Para que a transação seja realizada, é necessário fazer um registro em cartório.

Judicial

Também precisa de registro, mas só ocorre quando há uma sentença condenatória a favor do credor.

Legal

Nesse caso, conforme o artigo 1.489 do Código Civil, a hipoteca pode atingir grande parte da população. Nesse caso, os credores são a Fazenda Pública (em relação aos imóveis de encarregados de cobrança, guarda ou administração de fundos e rendas), filhos (quando pai ou mãe casarem-se novamente, antes de fazer o inventário do casal anterior), pessoas lesadas por delinquentes (quando estes possuem bens), co-herdeiros, credores (sobre o imóvel arrematado) e tutelado (sobre o imóvel do tutor, enquanto durar a tutela).

Você vai se interessar por:

Seguro para os seus bens

Se você tem um imóvel, uma boa dica é contratar uma proteção extra. Clientes Vivo podem contratar seguro residencial que garante, entre outras coberturas, amparo contra incêndio, raio e explosão. A apólice garante o pagamento de uma indenização, quando ocorrer danos à sua residência ou ao seu conteúdo.

O seguro ainda cobre prejuízos decorrentes de roubo ou furto qualificado, de problemas causados por danos elétricos e Responsabilidade Civil Familiar.

> Seguros para seus bens: Garanta proteção contra incêndio, raio, danos elétricos, roubo e furto

Gostou de saber o que é hipoteca? O que acha da modalidade? Opine nos comentários!

preço de imoveis começa a cair
investir em imóveis
direitos do inquilino
preços dos imóveis mais caros de SP
preço de imóveis mais caros do RJ
parede de vidro