Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Entenda como funciona o leilão de fechamento da Bolsa de Valores

A- A+

Se você quer investir em ações, é fundamental conhecer detalhes que cercam o processo. Às 16h55min, nos últimos minutos antes do fim do pregão, é iniciado o leilão de fechamento da Bolsa de Valores, que vale para ações de carteiras de índices calculados pela Bovespa.

É nesse período que são registradas as intenções de compra ou venda, mas que só acabam efetivadas quando o pregão fechar de fato.

No início das atividades, acontece algo semelhante: o leilão de abertura (também chamado de pré-abertura) é para todos os papéis, às 9h45min, minutos antes de o pregão começar.

Esses períodos também são chamados de call de abertura e call de fechamento, e costumam encerrar quando o número de ofertas de compra e venda estão próximos e quando o sistema entende que não haverá mais grandes oscilações.

Monitorando leilão de fechamento da Bolsa de Valores

No final do leilão de encerramento, chega-se ao preço de equilíbrio por uma ação. Foto: iStock, Getty Images

Como funcionam os leilões

Quando o leilão de fechamento da Bolsa de Valores inicia, o investidor pode indicar o preço de suas ofertas de compra e venda, que serão efetuadas quando o leilão termina – e que não podem ser canceladas. O valor das operações sempre estará de acordo com o preço atribuído pelo sistema à ação quando o leilão terminar, ou seja, com o preço de equilíbrio.

A particularidade é que, tanto na call de fechamento quanto de abertura, só serão confirmadas as compras de investidores que indicaram um valor igual ou acima do preço de equilíbrio. Já quem está vendendo só terá as operações confirmadas se o seu preço indicado for igual ou abaixo do teórico.

É por isso que, nos leilões, é comum ver ordens de compra no valor de R$ 100,00 e ordens de venda a R$ 0,01. Em um primeiro momento, parece maluquice, mas ninguém é tão louco a ponto de comprar e vender a esses valores. O que acontece é que os investidores querem garantir a transação pelo preço de equilíbrio, não importa qual será.

Mas é claro que nem sempre é um bom negócio comprar ou vender ações nos no leilão de fechamento da Bolsa de Valores ou na pré-abertura. Como em quaisquer investimentos, operações nesses períodos devem ser feitas com muita atenção, buscando identificar se há de fato uma oportunidade de comprar na baixa ou vender na alta, protegendo-se da maior oscilação do pregão regular.

Você vai se interessar por:

Por que fazer leilão de fechamento da Bolsa de Valores?

É claro que a formulação do preço teórico, ou fixing, aquele que oscila enquanto o leilão está em andamento, não leva em conta os valores que os investidores registram. O que é considerado é a quantidade de compradores e vendedores, não o preço das ofertas.

No caso do leilão de fechamento da Bolsa de Valores, a intenção é evitar uma oscilação descontrolada no final do pregão, e dar transparência ao processo de fechamento de preço dos ativos. As regras de fixing são as mesmas no Sistema Eletrônico de Negociação.

O leilão de pré-abertura também contribui para o equilíbrio do preço de uma ação, para que o pregão comece organizado. É nele que será definido o preço de abertura do ativo.

 

Gosta de dicas financeiras? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

O controle financeiro pessoal e o futebol
Taxa para investir em ações
Ela aposta na longevidade saudável
Conversando sobre direitos do consumidor do plano de saúde
Pacientes com mais de 60 anos têm direito a acompanhante em caso de internação. Foto: iStock, Getty Images
Passo a passo para planejar financeiramente a gravidez