Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Entenda como é calculada a conversão do dólar na fatura do cartão

A- A+

Se você alguma vez fez compras com cartão de crédito no exterior, calculando a conversão do dólar no ato da compra e se surpreendeu ao receber a fatura, seja bem-vindo ao clube. Você não foi o primeiro e certamente não será o último a passar por isso.

É comum enganar-se com a conversão do dólar. Isso acontece praticamente com todo mundo que faz compras no exterior pela primeira vez. 

A conversão do dólar na fatura

A boa notícia é que essa surpresa não é necessariamente desagradável. Em uma economia de câmbio flutuante, como a brasileira, é totalmente possível que você pague menos do que previu inicialmente, já que o valor do dólar no fechamento da fatura pode ser inferior ao da data da compra.

O valor da moeda oscila conforme lei da oferta e procura.

Com câmbio livre no Brasil, valor do dólar oscila conforme lei da oferta e procura. Foto: iStock, Getty Images

Uma pesquisa realizada pela associação de consumidores Proteste, em parceria com o economista Samy Dana, mostrou que a diferença entre as taxas cobradas pelos bancos e a média calculada pela Banco Central pode chegar a 5,43%.

O Banco Central calcula, diariamente, um valor de acordo com o preço médio do dólar nos negócios entre bancos. Mas o valor é flutuante, portanto, cada banco pode definir uma taxa.

Fique de olho no contrato

Não há regras quanto à cotação (valor da moeda) para a conversão do dólar na fatura do cartão de crédito. Conforme o Banco Central, embora inexista regulamentação, os bancos são obrigados a informar, no contrato, as formas de conversão para pagamentos em moeda estrangeira.

Via de regra, as empresas do ramo de comércio exterior, bancos e varejo optam pelos valores do dólar comercial, que são somados a uma margem de crédito chamada spread.

Já as administradoras de cartão de crédito quase sempre ficam entre a cotação do dólar comercial e do dólar turismo. A prática indica uma tendência de chegar mais perto do valor desse segundo.

Conversão do dólar pode mudar conforme o cartão

Sim. É absolutamente possível (e até provável) você comprar com dois cartões de crédito no exterior e receber faturas diferentes quanto à conversão do dólar.

Como o câmbio é livre no Brasil, o valor da moeda oscila conforme a famosa “lei da oferta e procura”. Se há disponibilidade, fica mais barato. Quando há pouca oferta de dólar, ele se torna mais caro.

Além disso, os bancos não costumam utilizar o valor da cotação do dia em que você realizou a compra. Geralmente, usa-se uma cotação mais próxima ao fechamento da fatura do cartão de crédito.

Há instituições financeiras, por exemplo, que utilizam a taxa Ptax (uma média elaborada pelo Banco Central) do dia anterior ao fechamento da fatura, mais 2% de taxa para fechar o valor de conversão do dólar.

É importante conhecer essas informações e utilizá-las para evitar despesas maiores do que gostaria de ter com suas compras no exterior. Além de identificar as regras aplicáveis ao seu contrato, fique de olho na movimentação do câmbio. Pagar na fatura por um dólar menor do que na data da compra é sempre um atrativo.

Você vai se interessar por:

Tire suas dúvidas para usar cartão no exterior

Dólar comercial e turismo: Entenda as diferenças na cotação

IOF elevado: tome cuidado ao comprar com cartão no exterior

Compre com tranquilidade

Com os Cartões de Crédito Vivo, você pode parcelar em até 12 vezes sem juros nas lojas Vivo e somar pontos no programa de recompensas Vivo Valoriza. Oferecidos em parceria com o Itaú e o Santander, eles também dão bônus e pontos para você falar mais em ligações para telefone fixo ou de longa distância, enviar SMS e acessar a internet, além de descontos em cinema e muitas outras vantagens.

> Cartões de Crédito Vivo: Conheça as vantagens

Gostou das dicas sobre a conversão do dólar e seus impactos? Comente!

melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet
como entender a fatura do cartão de crédito