Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Entenda como 7 tipos de película protegem seu celular

A- A+

Celulares com telas touchscreen cada vez maiores dominam o mercado e os usuários não se cansam de buscar alternativas para tentar evitar que riscos e arranhões estraguem a tela ou, pior, que ela se quebre.

Respondendo a essa demanda, o mercado tem apresentado diversas alternativas em película para celular, com diferentes materiais e acabamentos. Os preços também variam, conforme as características, de R$ 19 a R$ 79.

Para entender melhor como esse acessório protege seu aparelho, detalhamos sete tipos de películas disponíveis no mercado. A Proteste – Associação de Consumidores realizou um teste recentemente com os principais materiais usados em películas. Confira:

pelicula

Tipos de película variam entre R$ 19 e R$ 79. Foto: iStock, by Getty Images

Acabamentos de película mudam experiência de uso do celular

Em termos de acabamento, os modelos mais comuns de película são transparentes, foscas ou fumê, também chamadas de películas de privacidade.

  1. Película transparente: por ser transparente, não altera as características da tela do seu smartphone, principalmente as cores. Embora proteja contra riscos, o aparelho não está livre de marcas de dedos pelo contato diário com a oleosidade da pele.
  2. Película fosca: é ideal para ambientes com muita luz. Este tipo de película ajuda a reduzir o reflexo da luz na tela, de modo que, além de proteger, traz mais mais conforto ao usar celular nesses ambientes, sem contar que as marcas de dedos ficam menos visíveis.
  3. Película de privacidade: em geral com coloração fumê, esse tipo de película deixa a tela visível somente para quem estiver de frente para o aparelho, assim a pessoa do seu lado no ônibus, por exemplo, não fica xeretando suas conversas no WhatsApp.

Materiais oferecem níveis de proteção variados

É possível encontrar películas para celular feitas com materiais mais maleáveis, como silicone ou plástico, mas também existem protetores feitos de vidro temperado.

  1. Película de vidro: de acordo com a Proteste, este tipo de película oferece mais vantagens. Tem um toque parecido com o da tela do smartphone, sendo mais sensível que as de outros materiais. A aplicação é mais fácil e a oleosidade não fica tão aparente quanto na tela do celular sem a proteção. Sem contar que, pela dureza do material, previne não só contra riscos e arranhões, mas também contra pequenas quedas.
  2. Película de PET: finas e flexíveis, essas películas são feitas com plástico reciclável. Neste caso, o problema é que ela cria bolhas ao receber impactos de objetos pontiagudos, prejudicando a qualidade da proteção contra riscos e arranhões. Embora a proteção seja eficiente, elas precisam ser substituídas com mais frequência devido à durabilidade do material.
  3. Película de silicone: é capaz de amortecer impactos e evitar que a tela fique estilhaçada.
  4. Película de policarbonato: um dos plásticos mais resistentes do mercado, o policarbonato tem desempenho semelhante ao do vidro, com boa resistência a impactos, porém é mais suscetível a riscos do que o vidro.

Proteja o seu celular

O Vivo Proteção Celular oferece proteção contra roubo ou furto qualificado para aparelhos celulares, modem internet 3G e tablets. Além disso, você concorre a R$ 10 mil mensais enquanto estiver em dia com o pagamento do seguro.

> Proteção Celular: Conheça o seguro contra roubo e furto do aparelho

Gostou das dicas de película? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

vale a pena comprar celular muito barato
Sem suporte do Facebook
Homem comunica bloqueio de celular roubado
Homem comunica IMEI bloqueado
Mulher gosta de dispositivos móveis
Pesquisar e comparar modelos é fundamental para fazer uma boa escolha. Foto: iStock, Getty Images