Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Entenda as diferenças entre RG e CPF

A- A+

Para realizar praticamente todos os serviços e compras no país é preciso fornecer os dados de pelos menos dois documentos: RG e CPF. Mas apesar de ambos serem bastante comuns, eles não têm a mesma função.

O RG, ou o Registro Geral, é como é conhecido o número da cédula de identidade do cidadão. O RG é, normalmente, o primeiro documento feito para substituir a certidão de nascimento como comprovante de registro pessoal e é item básico para qualquer prestação de serviço. Já o CPF, ou Cadastro de Pessoa Física, é o documento de registro do cidadão junto à Receita Federal, órgão do governo federal que concentra todas as informações dos contribuintes.

rg

RG é o primeiro documento feito para substituir a certidão de nascimento como comprovante de registro pessoal. Foto: Ivan Baldivieso, AGECOM, Divulgação

Ambos são usados na identificação das pessoas e são necessários para a realização de operações financeiras, como, por exemplo, a abertura de conta em banco, no Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), para realização de concursos públicos, entre outros. O CPF, ao contrário do RG, não é um documento obrigatório, mas é praticamente impossível viver sem ele.

Dados do RG

No RG é possível concentrar várias informações do cidadão. Além do número do registro geral e do nome da pessoa, no documento figuram o nome do pai e da mãe, data de expedição, cidade de nascimento, o documento de origem (que precedeu o RG na identificação do cidadão), além de espaços opcionais para constar o número do CPF e do PIS/Pasep.

Como fazer o RG

A confecção do documento de identidade é uma responsabilidade das secretarias de Segurança Pública dos Estados. Apesar de a produção ser local, a validade da carteira se estende a todo o território nacional. Para fazer o documento é preciso apresentar duas fotos 3×4 – dependendo do Estado elas são feitas na hora -, certidão de nascimento, certidão de casamento – para pessoas que alteraram o sobrenome após o casamento – e certidão de casamento averbada – para aqueles que alteraram o sobrenome por conta de separação ou divórcio.

O primeiro documento é gratuito. Para a segunda via há um valor a ser pago, exceto em casos de roubo ou furto, homens maiores de 65 anos e mulheres maiores que 60 anos e também no caso de erros na digitação dos dados.

É importante lembrar que, como a produção do documento é uma responsabilidade dos governos estaduais, algumas exigências podem variar de acordo com a unidade da federação.

Vivo Alerta CPF

Imagine um serviço que te alerta cada vez que houver consultas ou movimentações em seu CPF? Entre as funções do Vivo Alerta CPF está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, também toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nas bases de dados da Serasa e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas anti-fraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Gostou das dicas de RG? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças