Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Entenda a diferença entre suspender e cancelar débito automático

A- A+

Não ter que se preocupar com o vencimento das contas pode ser ótimo, mas é preciso conferir o extrato com frequência e ter cuidados na hora de interromper algum serviço programado. Por falar nisso, você conheça as diferenças entre suspender e cancelar débito automático?

Suspender x cancelar débito automático

“(A suspensão) é quando se escolhe não realizar a cobrança programada em um mês específico. Assim, é solicitado ao banco que não se pague a conta dessa maneira, deixando a você a responsabilidade do pagamento de outra forma. Isso fará com que apenas naquele período solicitado não seja realizada a cobrança automática, continuando normalmente nos demais meses, enquanto durar o contrato de prestação de serviço de débito automático”, explica a educadora financeira Cíntia Senna.

Segundo Cíntia, a suspensão é viável sempre que você encontrar divergências entre o valor cobrado e o serviço ou produto oferecido. Ou, quando optar, em casos de fatura de cartão de crédito, pelo pagamento diferente do valor total.

seudinheiro-cancelar-debito-automatico

Acompanhe o serviço por meio dos extratos e comprovantes. Foto: iStock, by Getty Images

Se ocorrer a troca de banco, agência e número da conta corrente, o consumidor deve atualizar as informações junto ao fornecedor e ao banco. No caso de encerramento de conta, o consumidor deve comunicar por escrito a suspensão do débito automático juntamente com a entrega do cartão de débito e folhas de cheque não utilizadas.

Você vai se interessar por:
Saldo devedor e prazos: saiba como fechar conta bancária
Veja como descobrir quanto você paga de tarifas bancárias

“O ato de cancelar débito automático é quando você escolhe deixar de ter o serviço em sua conta corrente. Neste caso, ele é encerrado e o cliente terá que utilizar de outra opção para quitar suas contas. Essa modalidade é viável em casos de mudança de endereço, ou quando optar pelo término de serviços contratados, como contas de celular e assinaturas, por exemplo”, afirma.

Por que utilizar o pagamento em débito em conta?

“A opção de pagamento por meio de débito em conta é válida para quem tem costume de esquecer os vencimentos das prestações e, com isso, acaba arcando com juros e multas por atraso. Além disso, para aqueles que preferem não enfrentar filas, não querem ter de digitar os códigos de barras, ou ainda, para quem vai viajar e não tem como realizar os pagamentos”, recomenda.

O pagamento por meio do débito automático deve ser combinado com o banco e avisado à empresa que debitará a quantia. Tal forma de pagamento, porém, deve ser autorizada pelo consumidor e monitorada com regularidade.

6 dicas do IDEC sobre o uso débito automático

Confira algumas dicas do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) sobre o uso do débito automático.

  • Mantenha fundos suficientes para o pagamento do débito;
  • Verifique se o valor da conta é debitado na data do vencimento (não existe horário obrigatório para o débito, podendo a operação ocorrer à qualquer momento das 24 horas do dia agendado);
  • Acompanhe o serviço por meio dos extratos e comprovantes;
  • Confira no documento emitido pelo fornecedor do serviço, a indicação de “Conta em débito automático”;
  • Verifique se há taxas a serem pagas pela utilização do serviço;
  • Evite colocar em débito automático conta de fornecedores de serviços que apresente divergências frequentes de valor, o questionamento para devolução de diferenças pode demorar ou ser devolvido ou abatido em contas futuras.

Gostou das dicas para cancelar débito automático? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

como lucrar vendendo cachorro quente
como lucrar vendendo bolo no pote
como abrir uma franquia de alimentos
como abrir uma empresa de coleta de entulho
cartão inválido ou não localizado
como se relacionar com as pessoas no ambiente de trabalho