Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Moto G, E e X: compare os modelos e veja as diferenças

A- A+

A linha de smartphones Moto, da americana Motorola, é a responsável por recolocar a marca na rota das principais empresas de produção de telefones do mundo. Com seus três principais modelos, o Moto E, o Moto G e o Moto X, a empresa está presente nas três principais categorias do ramo: smartphones de entrada, intermediários e de ponta.

A criação de três modelos para uma mesma linha de aparelhos segue uma tendência de inclusão digital. Ao final de 2014, o Brasil contava com aproximadamente 40 milhões de aparelhos celulares ativos, segundo a eMarketer. Isso significa que todas as camadas sociais têm acesso a tecnologia e que é preciso pensar em atender as necessidades de cada um desses perfis.

moto-g (800x533)

Modelo Moto G se mantém na faixa de R$ 700. Foto: iStock, by Getty Images

Moto E x Moto G

A principal característica dos três smartphones da linha Moto é a semelhança, tanto no design quanto no desempenho. Moto E e Moto G se assemelham por serem voltados para um público que utiliza o telefone para funções mais básicas e não precisa de um desempenho muito rápido. Os preços também não diferem tanto. Enquanto o E segue na linha dos R$ 500, o Moto G se mantém na faixa de R$ 700.

A tela de 4,3 polegadas do modelo E tem apenas 0,2 polegadas de diferença da tela do Moto G, apesar de o tamanho dos aparelhos ser o mesmo. O que muda, nesses casos, é o aproveitamento do espaço. A diferença também está na tecnologia da tela. Enquanto o Moto E possui uma tela de LCD comum, com pouco contraste entre as cores, o G apresenta o LCD IPS, com mais nitidez e definição nas imagens.

info moto

O processador, responsável por reproduzir todos os comandos que você dá ao smartphone, também muda de um aparelho para o outro. Enquanto o modelo de entrada conta com um processador Snapdragon 200 Dual Core de 1.2 GHz, a versão intermediária da família Moto leva um processador Snapdragon 400 Quad Core, com 1.2 GHz, que o torna mais rápido.

Memória é outro ítem que diferencia os modelos. Enquanto o Moto G parte de 8 GB e vai até 16 GB, o Moto E se limita a 4 GB, com possibilidade de expansão com cartão de memória. O modelo de entrada não tem câmera frontal e a câmera traseira conta com 5 megapixels (MP) de resolução, enquanto o intermediário, além da traseira de 5 MP, tem também a câmera frontal de 1.3 MP.

Moto G x Moto X

Moto G e Moto X se assemelham, principalmente, no design e nas qualidades técnicas, que conseguem servir o público que faz um uso mais intenso do aparelho, indo além dos aplicativos básicos e simples. Isso se deve, principalmente, pelo uso do mesmo sistema operacional em ambos os aparelhos.

O Moto X, por ser a versão de mais alto nível da Motorola, vence o Moto G na qualidade da tela. Enquanto a versão intermediária tem tela de LCD IPS com 4,5 polegadas, o top de linha tem maior aproveitamento do espaço. São 4,7 polegadas de tela de AMOLED, que garante nitidez nas imagens e constraste mais detalhado entre as cores. Isso influencia no preço final. A média de preço do modelo de ponta é de R$ 1,2 mil reais. São R$ 500 a mais do que o Moto G.

As capacidades de conexão também explicam a diferenciação de categoria entre cada um dos modelos. O smartphone Moto G tem conectividade com 3G, Wi-Fi, Bluetooth e 4G opcional. Por outro lado, o Moto X se conecta a rede 3G, 4G, Wi-Fi dual band e Bluetooth. Além da memória, que parte de 16GB e pode chegar a até 32GB, sem capacidade de expansão por cartão SD.

Câmera também é uma opção mais vantajosa no Moto X. A câmera traseira tem 10 megapixels de resolução, flash LED e foco automático, o que garante fotos mais nítidas e coloridas. Em compensação, o Moto G possui o aplicativo extra de rádio.

> Vivo Compras: Encontre os melhores preços para moto G

Este artigo lhe fez lembrar de alguém? Compartilhe!

vale a pena usar roupas de marca
feiras de trocas
Comprar tablet
Mulher entende o que é carnê-leão
Comprar smart tv
micro-ondas ou forno elétrico