Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

ENEF objetiva a maior educação financeira entre os brasileiros

A- A+

Que o brasileiro tem dificuldade para lidar com suas finanças pessoais, até um ranking internacional, elaborado pela agência Standard & Poor’s, já revelou. Para mudar o panorama de falta de conhecimento e maus hábitos com o dinheiro, foi criada a ENEF, a Estratégia Nacional de Educação Financeira.

Seu surgimento está previsto no Decreto 7.397/2010. O objetivo é promover, de forma imparcial (sem vínculos com produtos ou serviços), a educação financeira e previdenciária, aumentar a capacidade do cidadão para realizar escolhas conscientes sobre a administração dos recursos e contribuir para a eficiência dos mercados financeiro, de capitais, de seguros, de previdência e de capitalização.

ENEF beneficia crianças

Estratégia voltada à rede pública aborda o tema finanças desde os primeiros passos. Foto: iStock, Getty Images

Estratégia ataca a falta de educação financeira

A ENEF foi motivada após uma pesquisa do Instituto Data Popular, em 2008, que apontou que 36% da população possuíam um perfil gastador, 54% não conseguiram honrar suas dívidas ao menos uma vez na vida e apenas 31% poupavam regularmente para a aposentadoria.

Além disso, verificou-se que uma parte importante da renda familiar era destinada ao consumo, fato que reduzia as taxas de poupança.

A pesquisa apontou outros dados importantes sobre a (falta de) educação financeira do brasileiro. Foi constatado que, nos pagamentos parcelados, geralmente verifica-se apenas o valor da prestação e se cabe ou não no orçamento. A taxa de juros cobrada na operação, que é de extrema importância, raramente é verificada.

Principais ações da ENEF

A ENEF surgiu com um projeto piloto, testado em cerca de 900 escolas da rede pública do país. Nesse período, também foram elaborados os materiais didáticos para serem trabalhados em sala de aula.

Atualmente, todo esse material – tanto para Ensino Médio quanto para o Fundamental – está disponível para download gratuito. O conteúdo é separado em temas para facilitar a compreensão. Ele traz desde assuntos mais simples, como planejamento pessoal, vida familiar, vida social e bens pessoais.

Há também assuntos mais avançados, como trabalho, empreendedorismo e grandes projetos, até temáticas mais amplas, como bens públicos, economia do país e economia mundial.

O site oficial da ENEF mantém conteúdo atualizado, incluindo ferramentas úteis para o planejamento financeiro e informações sobre os programas oferecidos para crianças, jovens e adultos. Dicas, testes, vídeos e simuladores também fazem parte do universo online da educação financeira.

Você vai se interessar por:

Quem compõe a ENEF

O planejamento e as ações da ENEF são regulados pelo Comitê Nacional de Educação Financeira (Conef), que é é formado por quatro órgãos: Banco Central, Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) e Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Também compõem o Conef os ministérios da Educação, da Justiça, da Previdência Social e da Fazenda, além de representantes da sociedade civil. São eles: a Associação Brasileira das Entidades do Mercado Financeiro e de Capitais (Anbima), a Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros (BM&F Bovespa), a Confederação Ncional das Empresas de Seguros Gerais (CNSeg) e Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

 

Gosta de dicas sobre educação financeira? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria