Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Empréstimo fácil nem sempre é um bom negócio. Saiba por quê

A- A+

Você está cheio de dívidas e recebeu uma proposta tentadora de empréstimo fácil para sanar seus débitos e sair da lista de negativados? Muito cuidado na hora de trocar uma dívida pela outra. Você pode estar deixando uma situação ruim de lado para pegar outra ainda pior.

Cuidado com empréstimo fácil

Para quem está cheio de dívidas e não sabe como saldar os débitos, a proposta de um empréstimo sem consulta aos órgãos de proteção ao crédito pode parecer tentadora, mas precisa ser analisada com atenção. Ana Paula Pavanatti, educadora, terapeuta e assessora financeira da REORG Gestão Financeira, alerta que essa modalidade pode se tornar um problema, principalmente porque a educação financeira não é parte da rotina.

“Já atendi pessoas onde a folha de pagamento estava condenada devidos aos empréstimos. Adquirir um empréstimo é fácil. Agora, ficar determinado período na abstinência em consumir e evitar novas compras parceladas é um desafio”, exemplifica. A opção sugerida é buscar reduzir os custos e despesas, tentar sanar as dívidas menores e renegociar aquelas que não podem ser pagas.

Crédito consignado é forma de empréstimo fácil

Caso não seja possível fugir do empréstimo, a dica é buscar modelos que cobrem taxas menores, que podem ser encaixadas no orçamento familiar. Para quem está negativado, a opção mais comum é o crédito consignado, que possui taxas de juros que estão entre as mais baixas do mercado.

Como explica Altemir Farinhas, empresário e administrador especializado em finanças, isso ocorre porque ele é vinculado ao débito em conta corrente. Ou seja, as parcelas são descontadas diretamente da folha de pagamento. Assim, a instituição financeira possui mais segurança de que o dinheiro emprestado será devolvido dentro do prazo.

Antes de ir a uma instituição financeira e pedir um empréstimo, verifique todas as taxas envolvidas. Foto: iSotck, Getty Images

Antes de ir a uma instituição financeira e pedir um empréstimo, verifique todas as taxas envolvidas. Foto: iSotck, Getty Images

Ao invés do empréstimo fácil, planejamento

Para não precisar recorrer ao empréstimo fácil e pagar juros, a dica é simples: fique longe das dívidas. A tarefa pode parecer difícil, e de fato é, mas com planejamento financeiro é possível colocar as contas em dia e fazer com que a renda seja suficiente. Não sabe como fazer isso? Fique atento às sugestões de Ana Paula Pavanatti:

– Identifique se o valor da receita gerada no mês cobre as suas despesas fixas e adapte os gastos de acordo com a sua renda

Evite o parcelamento de longo prazo e com o valor de parcelas elevadas, que podem comprometer o orçamento dos meses seguintes

Registre todas as despesas diárias, até mesmo aqueles com o café ou estacionamento

– Tenha cuidado com as compras no cartão de crédito. Para não pagar juros, mantenha a fatura sempre em dia

Economize nas contas domésticas, como é o caso de água, luz, telefone, combustível e mesmo alimentação.

Monitore o seu CPF

Quer estar sempre atento às movimentações do seu CPF e evitar ter o seu nome entre os negativados? Com o Vivo Alerta CPF, um recurso oferecido pela Vivo, em parceria com a Serasa Experian, você recebe notificações via SMS sempre que:

  • Ocorrer uma alteração no status de seu CPF nas bases de dados da Serasa Experian
  • Uma empresa consultar seu nome nas bases de dados da Serasa Experian
  • Uma empresa estiver prestes a negativar o seu nome nas bases de dados da Serasa Experian.

Gostou das dicas sobre crédito fácil? Compartilhe!

Empréstimo ou financiamento
É importante entender de finanças bem antes de sair de casa.
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
investir em imóvel na planta vale a pena