Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Empresa familiar: saiba como fazer esse negócio dar certo

A- A+

Uma empresa familiar é um negócio como qualquer outro. Pelo menos é assim que deveria ser encarado, para que seja o mais profissional possível. A vantagem de trabalhar com parentes e, em tese, ter um melhor relacionamento com os sócios e colaboradores, pode pesar contra se os membros da organização não se cobrarem conforme deveriam.

Além disso, é importante avaliar outros pontos que também são exclusividade de um empreendimento dessa natureza. Confira os prós e contras da empresa familiar e veja o fazer para que ela dê certo.

6 vantagens de ter uma empresa familiar

É claro que existem pontos positivos de se ter um empreendimento com sua família. Confira seis vantagens, apontadas pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), para esse tipo de negócio.

  • Comando centralizado, permitindo reações rápidas em situações de emergência;
  • Estrutura administrativa e operacional normalmente mais enxuta;
  • Disponibilidade de recursos financeiros e administrativos para autofinanciamento obtido de poupança compulsória feita pela família;
  • Organização interna, em tese, leal e dedicada;
  • Grupo interessado e unido em torno do fundador;
  • Continuidade e integridade de diretrizes administrativas e de focos de atenção da empresa.
empresa familiar

Lealdade entre os sócios é uma das vantagens da empresa familiar. Foto: iStock, Getty Images

7 desvantagens de ter uma empresa familiar

O Sebrae também elencou alguns pontos fracos que precisam ser superadas para que o negócio em família vingue. Confira sete  das principais desvantagens nesse tipo de empreendimento.

  • Dificuldades na separação entre o que é intuitivo/emocional e racional, tendendo mais para o primeiro;
  • Posturas de autoritarismo e austeridade do fundador se alternam com atitudes de paternalismo, que podem acabar sendo usadas como forma de manipulação;
  • Exigência de dedicação exclusiva dos familiares, priorizando os interesses da empresa;
  • Valorização da antiguidade como um atributo que supera a exigência de eficácia ou competência;
  • Expectativa de alta fidelidade dos empregados, o que pode gerar um comportamento de submissão, sufocando a criatividade;
  • Eventual falta de preparação/formação profissional para os herdeiros;
  • Possibilidade de descapitalização da empresa pelos herdeiros em desfrute próprio;

Empresas de família podem ser muito rentáveis

Ainda assim, tomando os devidos cuidados, uma empresa familiar pode ser extremamente rentável. Diversos empreendimentos no mercado atual são exemplos de sucesso. Um estudo recente realizado pelo Centro de Negócios Familiares da Universidade de St. Gallen, na Suíça, listou as 500 maiores empresas de família por receita. O Brasil, por exemplo, possui 15 empreendimentos nesse ranking, dois deles entre as primeiras 25 posições: o Itaú Unibanco (18ª posição), da família  Moreira Salles, e a JBS (24ª), da família Batista.

Você vai se interessar por:

Economize sempre

Se você gosta de poupar cada centavo que ganha, pode realizar transações bancárias sem pagar taxas por isso, com toda comodidade. Com o Vivo Zuum, uma conta pré-paga gerenciada pelo celular, você pode fazer pagamentos, transferências e até mesmo recarga de celular. Tudo isso sem mensalidades. Se preferir, você pode adquirir o cartão Vivo Zuum para fazer compras no débito e saques.

> Vivo Zuum: Tenha conta corrente com cartão, sem banco, sem complicação

E você, depois de analisar os prós e contras, ainda quer abrir uma empresa familiar? Deixe um comentário.

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
Unrecognizable buying organic rice in store, blank label
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria