Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Educação financeira é saída para jovens endividados contra a inadimplência

A- A+

Composta por nascidos entre 1980 e 1990, a chamada geração Y está em evidência –  não só pelo lado positivo. Esse é o grupo que lidera o ranking de inadimplência por faixa etária no país, segundo a Serasa Experian. E no quesito jovens endividados, o Brasil está à frente de outras nações, o que faz da educação financeira uma necessidade urgente.

O que leva a jovens endividados

A geração Y foi a primeira a nascer em uma sociedade com internet e telefonia já bem desenvolvidas. São filhos daqueles que viram essa tecnologia surgir e aprenderam a conseguir informações e novidades muito mais rápido do que seus pais.

Jovens endividados com compras

Compras por impulso estão entre as razões para o endividamento dos jovens no país. Foto: Shutterstock

Para o coach financeiro da DSOP, Silvio Bianchi, essa é a geração do imediatismo, da facilidade e da falta de educação financeira. E, entre os jovens endividados, é comum buscar argumentações para explicar a situação ruim em que se encontram.

Nesse sentido, avalia o especialista, “eu quero” e “eu mereço” são as justificativas principais para entrarem em um consumismo voraz que os igualará aos demais. “Agem baseados na ideia de que o ‘ser’ e o ‘ter’ são a mesma coisa”, completa.

Para Bianchi, o principal motivo para os altos índices de jovens endividados está no foco que essa geração tem em sua vida. Quando ele remete ao “ter”, o consumo acaba sendo o mais importante e, geralmente, sem controle.

“Quando o dinheiro acaba, o crédito o substitui por um período de tempo. Ao se alcançar os limites de crédito, por ter gasto mais do que ganha, a inadimplência é a consequência”, afirma.

O coach diz ainda que a preocupação com as dívidas é igual em todas as idades, mas o que diferencia os jovens endividados dos adultos na mesma situação é a previsão de futuro. “Serão adultos inadimplentes com as consequências na saúde física, no desempenho profissional e nos relacionamentos”, avalia.

O que jovens endividados devem fazer

Segundo Bianchi, educação financeira é a palavra de ordem para reverter a situação de inadimplência. Ele considera que jovens endividados não possuem orientação quanto a divisão de sua renda. Também costumam entender os limites do cheques especial como parte de seu salário – sem lembrar que são, na verdade, dívidas.

O especialista cita três passos importantes para que a geração Y estabeleça o equilíbrio financeiro:

Tenha objetivos

Além de metas ajudarem a economizar, é importante que elas sejam acompanhadas de prazos: curto, médio e longo. Para cada uma, é fundamental que você saiba quanto custa, em quanto tempo quer alcançá-la, quanto está disposto a guardar por mês e em quanto tempo conseguirá, efetivamente, atingir o objetivo proposto.

Conheça as suas despesas

Saiba quanto você ganha líquido por mês e em quais pontos você mais gasta o seu dinheiro. Liste todos os gastos por 30 dias e, depois, faça um orçamento. Privilegie seus sonhos e decida, detalhadamente, no que irá gastar cada parte do seu salário em cada mês.

Poupe

Gaste menos do que estava gastando até o momento. Bianchi afirma ser comprovado que as despesas fixas têm até 30% de desperdício. Identifique onde ele acontece e elimine-o. Esse dinheiro pode ser direcionado a realizar os objetivos e sonhos da sua família, inclusive, o de sair do endividamento.

Você vai se interessar por:

Conheça e aplique 6 dicas de educação financeira para jovens

Pesquisa entre jovens desvenda o sonho do brasileiro

Independência financeira é um grande passo para jovens adultos

Seu nome protegido

Se você convive com dívidas, precisa conhecer o Vivo Alerta CPF. Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Você tem uma boa dica para sair do vermelho? Deixe seu comentário.

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças