Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Economize energia com um projeto de iluminação residencial

A- A+

Conforto visual, melhor aproveitamento do ambiente e, o mais importante, economia de energia. Todas essas vantagens você pode conseguir ao realizar um projeto de iluminação residencial bem feito.

Se você também faz parte dos muitos brasileiros (80,4%) que acreditam que o aumento na conta de luz é uma das principais razões para seus problemas financeiros, conforme indica levantamento do SPC, aproveite a tecnologia e as dicas deste artigo.

Uso de LED no projeto de iluminação residencial

Apesar de mais caras, lâmpadas de LED são mais econômicas e duram mais. Foto: iStock, Getty Images

Benefícios do projeto de iluminação residencial

Mais do que despesas menores, um projeto de iluminação residencial (chamado de planejamento luminotécnico) ajuda a valorizar produtos e a qualidade de luz para que os ambientes possam ser utilizados da melhor maneira. Para a lighting designer da Templuz, Lorena Mattos, cada situação e cômodo da casa pede um tipo de iluminação de acordo com a cena.

“A iluminação pode ser configurada de acordo com o desejo do cliente. Com um projeto de automação, por exemplo, é possível controlar a iluminação da casa de forma a deixar um mesmo local com a luz perfeita para um jantar romântico ou para um dia de estudos”, exemplifica.

Quando o assunto é economia, apesar de mais caras, o ideal é utilizar lâmpadas LED. Elas irão se pagar ao longo do tempo de uso, pois são mais econômicas no consumo e duram mais. Outra opção é fazer o planejamento ainda na fase de construção a fim de aproveitar, inclusive, a iluminação natural.

O diretor técnico da Associação Brasileira da Indústria de Iluminação (Abilux) e membro da Abesco, Isac Roizenblatt, explica que o LED é a tecnologia energeticamente eficiente mais moderna e que hoje é possível diminuir o consumo de energia de um sistema de iluminação em até 50%.

No entanto, ele adverte que não basta apenas realizar a troca do tipo de lâmpada. “É preciso levar em consideração a luminária e o equipamento auxiliar, pois eles influenciam diretamente no rendimento, na distribuição de luz e na depreciação e vida do LED”, completa o especialista.

4 dicas para economizar na conta de luz

Para economizar ainda mais energia, o Vivo Seu Dinheiro preparou mais essas quatro dicas para você. Confira!

  • Pinte ambientes com cores claras, especialmente o teto, pois se reflete melhor a luz, reduzindo os gastos com iluminação
  • Use os dimmers para ambientes internos, como salas e quartos. Eles são uma ótima opção para controlar a intensidade de luz emitida pelas lâmpadas, economizando energia e permitindo que você ajuste a luminosidade do ambiente
  • Preste atenção nas embalagens. Quanto menor o número de watts de uma lâmpada, menos energia ela consome. Algumas marcas indicam esse valor e sua equivalência com as lâmpadas incandescentes
  • De olho no fluxo luminoso: essa propriedade determina a quantidade total de luz emitida pela lâmpada. A sua unidade de medida é o lúmen (lm). Escolha as lâmpadas que emitam a quantidade de luz mais adequada ao tamanho do seu ambiente.

“O sistema de iluminação é parte fundamental para o sucesso de um projeto. Além da redução de custos significativa, a luminosidade correta melhora a percepção e consequentemente aumenta a produtividade dos moradores”, destaca o diretor da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia (Abesco), Marcelo Sigoli.

Você vai se interessar por:

 

Gostou das dicas sobre o projeto de iluminação residencial? Compartilhe!

vale a pena usar roupas de marca
feiras de trocas
vale a pena economizar
dividir aluguel com alguém
limite do cartão de crédito
exemplos de produtos supérfluos