Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Economia instável exige a busca pelo crédito responsável

A- A+

O mercado oferece  uma diversidade de opções de empréstimo para o trabalhador assalariado, aposentados, pensionistas e até mesmo para negativados. Mas o ideal, em qualquer cenário, especialmente em tempos de crise, é recorrer ao crédito responsável. Você sabe como fazer isso?

Contratando crédito responsável

Saber analisar todas as condições do empréstimo é essencial para evitar apertos. Foto: iStock, Getty Images

Contratando crédito responsável

Quem ajuda a entender o significado de crédito responsável é Ewerton Luiz Veloso Júnior, colaborador do Blog Educando Seu Bolso.

“Trata-se do crédito que a pessoa contrata tomando os cuidados necessários, prestando atenção aos detalhes, não se deixando levar apenas pelo desejo de realizar uma compra, ou pela necessidade de quitar compromissos”, explica.

O especialista relaciona os principais fatores que o tomador de crédito deve levar em consideração antes de solicitar um empréstimo ou financiamento, durante o uso dele e também após, quando é chegada a hora de pagar pelo que contratou. Confira as dicas:

Antes

Em primeiro lugar, é preciso avaliar a finalidade do crédito. “Para que vai servir o dinheiro? É algo realmente importante?”, pondera. Esses dois questionamentos são fundamentais para a tomada de decisão.

Em seguida, é preciso levar em conta as condições do crédito, tais como taxa de juros, tarifas, condições para amortização ou quitação antecipada, penalidades por atrasos, entre outros fatores.

Por fim, é preciso colocar na balança a condição financeira pessoal. Mesmo que as taxas de juros sejam excelentes, verifique se o crédito cabe no seu orçamento de forma tranquila, durante todo o período da operação. Caso contrário, você corre o risco de, ali na frente, precisar de mais uma operação de crédito para cobrir outras despesas.

Durante

No momento da contratação, é essencial verificar se todas as informações do contrato foram compreendidas corretamente, para evitar surpresas desagradáveis depois.

E depois

Após a contratação do crédito, é preciso tomar cuidado para não atrasar o pagamento das prestações, pois os juros e multas costumam ser altos nessa situação.

Também é interessante tentar amortizar ou quitar a operação antes do prazo, caso as taxas sejam superiores ao que se consegue em aplicações – o que quase sempre acontece, exceto em operações de financiamento imobiliário, que podem taxas menores.

Erros comuns a evitar

Para quem busca o crédito responsável, há uma série de comportamentos equivocados que devem ser evitados. Um dos erros mais comuns é observar apenas se a prestação cabe no orçamento no momento da contratação. Ou seja, não tomar os cuidados citados anteriormente, e não pensar no futuro.

Outra realidade negativa é que, muitas vezes, o tomador de crédito é seduzido pelo desejo de adquirir alguma coisa e, por isso, negligencia o primeiro cuidado citado: avaliar se a operação vai se destinar a algo realmente importante. Faça uma reflexão e evite cair nesses armadilhas.

Não apenas em função do crédito responsável – aquele que se utiliza para adquirir itens de maior valor – mas o consumidor deve ter cautela antes de comprar. Com o índice de desemprego em alta, é melhor agir com muita consciência em qualquer atitude relacionada ao dinheiro.

Você vai se interessar por:

 

Gostou das dicas sobre o crédito responsável? Compartilhe!

melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet
como entender a fatura do cartão de crédito