Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Economia doméstica já tema de estudo nos bancos universitários

A- A+

Se você pensa que economia doméstica é um tema sem importância e que se restringe a saber fazer compras no supermercado, engana-se. O assunto é tão sério que já está nas universidades, em cursos de diversas modalidades, incluindo graduação e licenciatura.

O que faz o profissional em economia doméstica?

O profissional graduado em economia doméstica chama-se economista doméstico e, diferente do que parece ser a profissão, ele não dá dicas de compras. Seu trabalho é bem mais amplo, desenvolvendo atividades para melhorar a qualidade de vida de pessoas ou até de comunidades inteiras.

É o economista doméstico que implanta e supervisiona os programas de desenvolvimento social nas áreas de alimentação, direitos do consumidor, economia familiar, saúde e vestuário. Também cabe a ele avaliar produtos lançados no mercado e criar programas de esclarecimento ao consumidor.

seudinheiro-economia-domestica

Economista doméstico implanta e supervisiona os programas de desenvolvimento social nas áreas de alimentação. Foto: iStock, Getty Images

O profissional graduado em economia doméstica também pode gerenciar restaurantes coletivos e organizar espaços de convivência nas empresas. Já o licenciado dá aulas de assuntos relacionados à vida familiar, comunidades e consumidor, abordando assuntos  relacionados à higiene, economia e nutrição.

Dentro das grandes cidades, o profissional de economia doméstica atua mais nas áreas de economista doméstico que implanta e supervisiona os programas de desenvolvimento social nas áreas de alimentação. A maior parte das vagas, porém, está na extensão rural, mas cooperativas de crédito para pequenos produtores agropecuários.

Instituições como a Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural) e Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) são exemplos de empregadores tradicionais dos profissionais graduados em economia doméstica.

Você vai se interessar por:
Economia doméstica é assunto para toda a família
Gastos excessivos: consumismo dificulta economia doméstica
Confira motivos para ajudar nas despesas domésticas

Outra opção para os profissionais da economia doméstica é trabalhar em prefeituras, secretarias de Educação e de Assistência Social, além de abrigos para adolescentes ou idosos.

O economista doméstico também pode desenvolver e fornecer cursos nas comunidades onde a população possui uma renda menor, ensinando noções básicas de higiene, alimentação e economia, evitando o desperdício de alimentos e melhorando a nutrição.

Onde estudar economia doméstica

O curso da área de Humanas tem duração média de quatro anos, sendo que a partir do terceiro o aluno pode optar entre bacharelado ou licenciatura. Se você tem interesse pelo assunto e pretende ter a economia doméstica como profissão, veja aqui algumas das universidades que trabalham na área.

Universidade Federal de Viçosa (UFV)

Faculdades Integradas Coração de Jesus (Fainc)

Universidade Federal de Pelotas (UFP)

Faculdade de Ciências Humanas Francisco Beltrão (FCHFB)

Universidade Federal do Ceará (UFC)

Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)

Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste)

Gostou das dicas de economia doméstica? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria